this is an h1

this is an h2

Fri Dec 09 15:22:28 BRST 2016
Mercado e Vendas | EMPRESA
Produzir ou vender? Eis a questão!

Focar na produção ou focar na comercialização? Veja o que é essencial saber

· 09/12/2016 · Atualizado em 09/12/2016

O polo de confecções de Pernambuco possui uma importância singular para a economia e a sociedade do estado. Segundo estudo publicado em 2012, pelo Sebrae em Pernambuco, nos 10 maiores municípios, em número de unidades produtivas, há uma estimativa de mais de 18 mil empreendimentos produtivos que empregam mais de 100 mil pessoas. Como parâmetro, toda a indústria pernambucana emprega formalmente 200 mil trabalhadores. Podemos perceber o impacto desse Arranjo Produtivo Local (APL) na pulverização da renda, o que impacta de forma significativa na região. 

O polo de confecções do Agreste pernambucano possui grande amplitude de nível de maturidade gerencial dos negócios, além de empreendimentos com foco em modelos de negócios distintos. Pensemos no polo como uma gangorra. Em um dos lados, situam-se algumas empresas com seu modelo de negócio centrado estritamente na gestão da marca e na comercialização dos produtos aos clientes e consumidores finais. No outro extremo, temos um grande quantitativo de empresas com sua estratégia de negócio centrada exclusivamente na produção, prestando serviço para outras empresas produtoras. 

Obviamente esses dois exemplos não são os únicos modelos de negócio existentes, apesar de serem os de maior representatividade em número de estabelecimentos. Desse modo, somos levados a refletir sobre qual modelo de negócio, de fato, é o mais assertivo: focar na produção ou focar na comercialização? Considerando a amplitude do mercado e as diversidades de nível de serviço que os clientes querem e estão dispostos a pagar, ambos os modelos possuem mercado com possibilidade de ganhos. A estratégia central deve ser a preservação dos pilares de gestão, ou seja, as empresas estarem bem ajustadas nas áreas de finanças, marketing, pessoas, dentre outras. O caminho mais adequado, entre produzir ou vender, será através do alinhamento do empresário ao modelo de negócio mais adequado ao perfil e à estrutura da empresa. Sabendo que os clientes, em todos os aspectos, estarão sempre dispostos a ter seus anseios e demandas atendidos, cabe ao empresário adequar esses anseios ou esse nível de serviço demandado por seu cliente ao preço adequado e que remunere o capital da empresa. 

Enfim, há mercado para ganhar dinheiro nas duas estratégias. O segredo do sucesso recai sobre a empresa bem gerida e com planejamento adequado e focado nas reais demandas dos clientes.

Por Gilson Gonçalves, analista do Sebrae em Pernambuco


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora