INOVAÇÃO

Por que a criatividade e a inovação podem aumentar suas vendas

Por que conhecer o seu cliente é o primeiro passo para inovar e obter sucesso no mercado.

Em mercados cada vez mais competitivos, uma excelente maneira de obter vantagem em relação aos concorrentes é ter estratégias claras voltadas à inovação e criatividade como fatores de atração da atenção dos consumidores e do seu desejo de compra.

Por isso, muitos pesquisadores buscam descobrir quais as razões pelas quais novas tecnologias são capazes de tirar do mercado companhias bem-sucedidas. Também procuram imaginar que estratégias e modelos de negócios permitem que uma empresa possa se impor em relação a seus concorrentes.

A seguir, algumas considerações sobre os benefícios de inovar e estratégias que fazem de grandes empresas verdadeiros modelos de negócio.

Condições econômicas e culturais que favorecem a inovação

Inovação não é proveniente apenas de novas ideias. Na verdade, está relacionada a processos de adoção e implementação de novas práticas dentro e ou fora da empresa. Em vez de se deter a diferenças culturais relativas aos desenvolvimentos de produtos e serviços, é preciso concentrar na resistência à inovação.

As principais resistências são relacionadas a fatores econômicos, sociais, educacionais ou de infraestrutura. Se imaginarmos o caso de um agricultor que teve acesso a um novo tipo de semente, mas não as técnicas e instruções adequadas de como cultivá-las ou explicações sobre requisitos específicos dessa variedade, do que servirá a semente?

Para que as empresas possam inovar, deve-se levar em conta não apenas elementos relacionados ao acesso a novas tecnologias, mas também a suas técnica e modelos de utilização. Portanto, além de estudar os processos de criação, devem analisar os processos de adoção e ensinar os potenciais consumidores a usar os produtos e serviços.

Concentre-se no processo de adoção e implementação de novos conceitos

Não existe escassez de novas ideias. Muitas vezes, funcionários propõem soluções interessantes para os problemas, mas não são ouvidos. Por outro lado, a habilidade para resolver tecnicamente um problema é muito diferente da capacidade de fazer com que os clientes adotem a solução proposta.

Para inovar, o primeiro passo é detectar as demandas dos consumidores, mas tendo o cuidado de perceber a diferença entre os que as pessoas dizem que querem de fato e, ainda, o que estão dispostas a fazer para consegui-lo. Empresas que lançam produtos inovadores precisam analisar elementos qual é a capacidade do produto de resolver um “grande problema” oriundo do anseio de um “grande público”.

Poucas empresas analisam o uso e a utilidade que seus produtos têm na vida de seus consumidores. Muitas vezes, menos da metade de suas funções é utilizada e isto é oriundo da crença que é melhor oferecer muitas funções do que um produto ajustado à necessidade do consumidor. Também se crê que a parte “aproveitada” não é a mesma para todos os clientes.

Empresas precisam alinhar seu modelo de negócio com o modelo de inovação

As empresas inteligentes não apenas se concentram na forma como seus clientes compram seus produtos, mas também em como esses clientes utilizam e obtêm valor com eles. O segredo está em fazer experimentos de negócios para entender de que maneira os clientes alinham mentalmente valor, uso e tempo.

Um exemplo é averiguar quão rápido os clientes sentem que recuperam o dinheiro gasto no produto ou serviço, se aquela aquisição lhe foi útil, se as funcionalidades do produto são adequadas a demanda da maioria dos clientes e se recomendariam o produto para outras empresas.

Portanto, para inovar é preciso estar intimamente conectado com as necessidades do seu cliente e saber oferta-lo um produto que atenda suas expectativas.

 

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: