this is an h1

this is an h2

Tue Jun 07 12:08:06 BRT 2022
Inovação | INOVAÇÃO
A jornada do turista conectado

Aprenda a identificar o perfil do seu público alvo: conheçer a jornada do turista conectado irá auxiliar na fidelização dos seus clientes e conquista de novos.

· 07/06/2022 · Atualizado em 07/06/2022

A conquista dos clientes pelas Agências de Viagem começa bem antes do planejamento das próximas férias é preciso oferecer serviços que despertam desejos dos clientes, os avanços tecnológicos dos últimos anos surgiram com a força necessária para mudar nossa sociedade as redes sócias, smartphones, assistentes virtuais, reconhecimento facial, streaming de vídeo e música, realidade virtual (metaverso), carros elétricos, autônomos e voadores.

Pesquisar destinos, escolher roteiros, imaginar paisagens, tudo isso faz parte da Jornada do Turista, a diferença é que agora esse turista está conectado. Pensando nisso, o Sebrae preparou uma cartilha com dicas práticas para as agências de turismo atuarem nesse mercado tão competitivo e com variados players digitais

 

Em sua Jornada o turista conectado tem preferência por destinos inteligentes

Com o uso da tecnologia, as pessoas buscam interatividade, mobilidade e informações sobre cada local. É uma experiência que integra o mundo real com o virtual esta nova forma dos turistas interagirem com os destinos e a base do conceito de Destinos Turísticos Inteligentes ( Smart Destination) concebido pelo governo Espanhol . É importante salientar aqui a diferença entre Destinos Turísticos Inteligentes e Cidades Inteligentes. As principais diferenças estão relacionadas aos limites geográficos, ao público-alvo e à interação com os visitantes.

As cidades levam em conta competitividade, capital humano e social, participação, mobilidade, recursos naturais, qualidade de vida. E, no caso dos destinos turísticos inteligentes, há três pilares: governança, tecnologia e desenvolvimento sustentável.

Para o desenvolvimento dessas inovações no turismo, algumas definições e implementações são necessárias:

  • Participação qualificada das lideranças empresariais nas governanças do setor.
  • Ambiente de negócios favorável aos pequenos negócios de turismo.
  • Competitividade dos destinos turísticos.
  • Aproximação entre os elos da cadeia de valor, incluindo as empresas dos segmentos que não são líderes.
  • Presença dos empreendimentos turísticos no mundo digital.
  • Novos modelos de negócio.
  • Soluções tecnológicas para os pequenos negócios e para os destinos turísticos.
  • Conectividade e interatividade também para ambos, pequenos negócios e destinos turísticos.
  • Oferta de experiências turísticas que encantem os viajantes.
  • Ocupação de espaços públicos.
  • Sustentabilidade dos destinos turísticos.

O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora