this is an h1

this is an h2

Fri Dec 03 10:54:56 BRT 2021
Mercado e Vendas | AMBIENTE DE VENDA
Como aprimorar o visual da sua loja

Utilize seu espaço de venda para conversar com o cliente e se diferenciar da concorrência. Fachada, vitrine, iluminação e mobiliário são fundamentais para isso.

· 26/06/2015 · Atualizado em 03/12/2021

É na loja, diante ou dentro dela, que o consumidor se encanta com o produto, passa pela experiência da compra e se torna fiel a uma marca. Por isso, é necessário que o empresário do ramo da moda atue para que o cliente ou potencial cliente sinta-se atraído ao entrar em seu ponto de venda e fique satisfeito dentro dele.

Um bom layout é fundamental para agregar valor à sua marca. Pare que isso aconteça, planejamento e ação são fundamentais.

Confira nesta página orientações para que o visual da sua loja atraia e fidelize seus consumidores.

Orientações

Fachada

A fachada é toda a área frontal da loja, incluindo calçadas, muros, jardins, paredes, iluminação e demais instrumentos de comunicação.

Uma fachada atrativa deve ter pelo menos cinco características:

Aspecto: a fachada deve estar sempre limpa, em boa manutenção, sem rachaduras, manchas, pichações etc.

Letreiro: a logomarca no letreiro deve ser simples, de fácil memorização e passar o conceito da loja e sua atividade.

Harmonia: mantenha sempre o mesmo padrão de cores da logomarca da empresa na fachada. Isso ajuda o cliente a fixar e lembrar sua marca.

Iluminação: a fachada deve ser atraente e visível tanto de dia quanto de noite. Mantenha a conservação das lâmpadas sempre em dia.

Calçadas: uma calçada bem conservada embeleza e valoriza a loja, pois as pessoas deixam de se preocupar com buracos e obstáculos na calçada, a fim de evitar acidentes, e passam a observar as vitrines.

Vitrine

A vitrine é responsável por até 75% das vendas, portanto ela deve nortear todo e qualquer projeto de melhoria do visual da sua loja.

Confira cinco orientações que vão deixar a vitrine do seu comércio mais interessante para os consumidores:

Reflexo dos produtos: as vitrines devem refletir o mix de produtos comercializados na loja e seu público-alvo. Os produtos expostos devem sempre estar em estoque.

Dinamismo: a vitrine precisa ser dinâmica, a troca de produtos gera movimento e atrai os olhares de quem passa por ela. O ideal é que a troca aconteça pelo menos a cada 15 dias, podendo realizar pequenas modificações ao longo deste período.

Iluminação: a iluminação das vitrines deve ser planejada de forma a destacar os produtos expostos.

Cores: especialistas orientam trabalhar entre três ou quatro cores diferentes, para evitar poluição visual na vitrine.

Disposição dos produtos: os produtos que estão posicionados ligeiramente abaixo da linha da visão (1,60 m do piso da vitrine) são mais percebidos pelos clientes.

Iluminação

A iluminação adequada da loja ajuda nas vendas, pois cria um ambiente confortável para o cliente e permite direcionar o foco de atenção para os produtos em destaque. Contribui para tornar o ambiente confortável, convidativo e agradável. É uma poderosa ferramenta para atrair um potencial cliente.

Para uma iluminação adequada, é preciso estar atento para quatro questões:

Cores frias: iluminação fria (branca) deixa o ambiente mais claro, aumentando a visibilidade do produto e deixando o cliente mais confiante para suas decisões de compra.

Cores quentes: iluminação quente (amarelada) revela características, detalhes, cores e texturas. É mais indicada para iluminar um produto específico, dando-lhe um destaque especial.

Provador: um bom provador deve ser bem iluminado. A iluminação quente (amarela) é a ideal para evitar distorções nas cores dos produtos.

Manutenção: mantenha em dia a manutenção do sistema de iluminação, evitando lâmpadas queimadas.  

Mobiliário

O cliente também busca conforto na hora da experiência de compra. Desta forma, quanto mais à vontade ele estiver, mais tempo ele ficará na loja e será motivado a comprar. Isso deve nortear, inclusive, a escolha dos móveis do estabelecimento.

Para acertar na escolha do mobiliário fique atento para:

Ocupação: os móveis devem ocupar menos da metade do espaço da loja para facilitar a visualização de produtos, a circulação de clientes e evitar que a loja passe uma impressão de apertada ou desconfortável.

Praticidade e qualidade: os mobiliários devem ser de boa qualidade, duráveis, práticos e versáteis, com possibilidade de ajuste em qualquer área da loja; o ideal é que sejam modulados.

Altura: o mobiliário deve ter altura máxima de 2m e altura mínima (acima do chão) de 50cm. Abaixo disso utilize apenas para base de exposição.

Provadores: os provadores devem ser em número suficiente, sinalizados, seguros e fáceis de achar. É fundamental possuir bom espelho, espaço acessível, iluminação adequada, ganchos suficientes, banqueta, tapete e uma boa ventilação.

Produtos em destaque: os manequins destacam os produtos, mas é a escolha dos produtos que vem em primeiro plano. Crie um padrão discreto e utilize o mesmo estilo de manequim em toda loja, lembrando-se de adaptá-los ao seu público-alvo.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora