this is an h1

this is an h2

Wed Aug 03 00:49:37 BRT 2022
Mercado e Vendas | VENDA VAREJISTA
Locavorismo: saiba mais sobre essa valorização do comércio local

Veja como seu negócio pode se beneficiar dessa tendência que cresceu após a pandemia de covid-19.

· 13/05/2020 · Atualizado em 03/08/2022
Imagem de destaque do artigo

O que é locavorismo

Locavorismo é a preferência por comprar e consumir alimentos produzidos localmente. O conceito em si não é novidade e o termo “locavorismo” foi cunhado ainda em 2005, por Jessica Prentice, a partir da palavra “local” e do sufixo “-voro”, que significa “comer”.

Uma das mudanças de comportamento do consumidor observadas na fase de pandemia foi a valorização do comércio local, principalmente, dos pequenos negócios. Campanhas como a Compre do Pequeno foram muito importantes para esses varejistas minimizarem os efeitos da crise.

Essa tendência tem impulsionado o crescimento do comércio local e regional, e tudo indica que veio para ficar.  

A opção por esse tipo de consumo está relacionada à comodidade e facilidade de suprimento de produtos de alimentação e à procura por uma relação de maior equilíbrio com o meio ambiente. Com o locavorismo, também se busca evitar a perda de nutrientes, de frescor e o impacto ambiental gerados nas longas viagens que os alimentos percorrem até chegar aos grandes mercados.

Consumidores locávoros

É comum que esse público consumidor, conhecido como locávoro, seja engajado de alguma forma no ativismo alimentar e ambiental, buscando práticas mais sustentáveis. Muitos preferem reduzir o consumo de carne vermelha, pois demanda mais recursos para produção e deslocamento.

Os millennials (também conhecidos como geração Y), indivíduos nascidos entre o começo da década de 1980 e o fim da década de 1990, com maior nível de escolaridade e preocupação ambiental, também costumam fazer parte desse público. Eles são responsáveis por dois terços do poder de compra no mundo e suas escolhas levam em consideração o impacto ambiental do consumo.

Produtos mais procurados

Como a preocupação com o meio ambiente é uma das principais características do perfil dos locávoros, entre os alimentos mais buscados por eles estão os orgânicos, que são produzidos sem agrotóxicos. Peixes e frutos do mar também são bastante procurados, já que usam até 150% menos energia do que a produção de carnes bovina, suína e ovina.

Geleias, biscoitos e queijos produzidos em pequenas propriedades rurais próximas ao ponto de venda também ganham a preferência dos consumidores, assim como as marmitas e os pães caseiros em geral, pois são vendidos diretamente em casa por quem produz ou distribuídos para estabelecimentos e empresas vizinhas.

Como contemplar o público locávoro?

Alguns modelos de negócios podem se beneficiar melhor com o locavorismo. Veja quais são esses empreendimentos, e o que deve-se fazer para atrair e contemplar esse público :

  • Restaurantes: empreendedores podem estabelecer uma rede de fornecedores locais de alimentos frescos, vegetais orgânicos, carnes e outros insumos para a montagem dos cardápios.
  • Marmitas: com insumos da região onde são produzidas, as marmitas ganham um toque caseiro e podem ser comercializadas na comunidade.
  • Feiras livres: promovidas nos bairros, são uma ótima forma de comercializar a produção e como estreitar laços com os consumidores, que compram diretamente dos produtores.
  • Padarias artesanais: empreendedores podem adotar um perfil tradicional ou mais sofisticado, mantendo as características artesanais de produção e o foco em insumos locais.

O Sebrae dispõe de outros materiais e cursos para ajudar no seu desenvolvimento pessoal e profissional. Acesse: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora