this is an h1

this is an h2

Sun Jan 10 19:52:15 BRST 2016
Inovação | DESIGN
Por uma vida profissional mais criativa e produtiva

O pequeno empreendedor tem a chance de fazer diferente, de se colocar na linha de frente e ensinar pelo exemplo, acredita o designer João Belmont.

· 28/03/2014 · Atualizado em 10/01/2016

O designer João Belmont acredita que fomos educados de maneira a mistificar a criatividade, tornando-a um grande talento inacessível à maioria de nós. Ele também adora acabar com esse mito conectando as pessoas com suas verdadeiras – e naturais – possibilidades criativas.

Com uma formação eclética, João vai do tradicional ao contemporâneo, da escola de belas artes à ilustração digital e do ashtanga yoga ao creative life coaching. Segundo ele, tudo em prol de uma vida pessoal e profissional mais criativa e produtiva.

O Sebrae conversou com o João, que nasceu em Niterói e hoje vive em São Paulo. A entrevista você lê a seguir.

- Fale um pouco da sua atividade profissional, as várias frentes de trabalho, dos vídeos de animação ao design thinking.

Penso que hoje temos muito mais liberdade no trabalho, não só em relação a ‘onde’ e ‘como’ trabalhamos, mas também ao ‘o que’ escolhemos fazer. Mais do que nunca, podemos trabalhar com o que amamos, de um jeito que amamos. Como designer, coach e palestrante, tento me organizar em torno de uma linha de trabalho única, que nasce do encontro da empatia com a criatividade.

Assim, criei duas frentes de trabalho, uma ‘criando e fazendo’ e outra ‘ensinando e passando pra frente’ o que aprendi. No estúdio, trabalho com direção de arte, animação, ilustração e visual thinking e, ensinando, dou aulas e palestras sobre criatividade e inovação pessoal e profissional.

- Você tem pequenos negócios entre seus clientes?

Sim, claro! Minha estrutura é bastante enxuta, então posso me permitir esse luxo. Mais importante ainda, gosto de pensar que nos relacionamos com pessoas e não com CNPJ’s. Sendo assim, o primeiro passo é nos conhecermos. Se nos dermos bem e eu puder te ajudar com o que sei fazer, nossa parceria vai ser um sucesso.

- Quais são as principais dificuldades em relação a design e comunicação que seus clientes de pequenos negócios apresentam?

A principal dificuldade é enxergar o design como uma maquiagem. Na verdade, o design é uma maneira de nos perguntarmos “como podemos ajudar?” É uma maneira de pensar empática e criativamente, daí o termo ‘design thinking’.

A partir daí, ‘desenhamos’ as soluções dos nossos clientes de acordo com nossas melhores habilidades. Repare que este é um conceito muito mais amplo de design, mas que na verdade é o conceito original. Também considero importantíssimo ‘desclientificar’ as pessoas, resgatando nossos relacionamentos humanos, e é aí que o pequeno negócio entra.

As grandes corporações, em sua grande maioria, vivem em pedestais altíssimos e cortejam clientes cada vez mais importantes. Com isso ‘coisificam’ e ‘numerificam’ suas relações, seja com seus clientes e com os próprios funcionários. O pequeno empreendedor tem a chance de fazer diferente, de se colocar na linha de frente e ensinar pelo exemplo.

‘Desclientifique’ as pessoas e troque ‘comunicação’ por ‘relacionamento’ e estará começando com o pé direito. Em relação aos veículos de comunicação, com a internet e as redes sociais temos possibilidades infinitamente maiores do que há 10 anos atrás.

Hoje qualquer um pode produzir um vídeo e ser visto por milhões de pessoas, e como muitos produtos e serviços podem ser entregues pela internet, estamos virtualmente conectados a bilhões de pessoas ao redor do mundo. Seja você um professor de violão flamenco que dá aulas pelo skype ou um freelancer altamente recomendado, as inúmeras possibilidades só dependem da nossa criatividade e força de vontade.

- Que tipo de soluções você procura propor a eles?

Soluções customizadas, sempre. Gosto de trabalhar com projetos personalizados e criar soluções e experiências inesquecíveis para meus clientes e amigos. Aliás, um cliente que vira amigo é o melhor presente que um profissional de qualquer área pode receber.

– Cite um caso de sucesso.

Em agosto passado, no Itaú, fiz o Live Sketch (técnica de Visual Thinking feita ao vivo com papel gigante) de uma palestra muito especial – do meu pai – enquanto ele contou um pouco da sua história de vida, que é muito impressionante. A plateia era seleta – pouco mais de 100 pessoas – mas foi uma experiência única poder ajudá-lo a contar sua história, da qual também faço parte. 

Em outra das minhas frentes de trabalho, o Animamour – onde crio animações com temáticas sempre relacionadas ao amor – recentemente fiz uma animação para uma festa infantil. O interessante é que depois recebi de volta um vídeo mostrando a reação da menina (que tem 4 anos) ao ver a animação pela primeira vez. Foi tão lindo e recompensador ver os olhinhos dela brilhando, e é pra esse tipo de coisa que eu trabalho!

Veja vídeos na funpage do Animamour.

- Qual a diferença entre design thinking e visual thinking?

Já falamos um pouco do design thinking, da maneira criativa e empática que precisamos pensar pra sermos verdadeiros designers. O visual thinking é a expressão visual dessa empatia, onde criamos imagens que facilitam a transmissão das mensagens que queremos passar. Sabe aquela brincadeira que diz “entendeu ou quer que eu desenhe”?

É porque realmente funciona! Nos concentramos melhor, entendemos mais e lembramos mais quando usamos o cérebro no ‘modo visual’, e o visual thinking está sendo super usado em apresentações, reuniões estratégicas e palestras. É realmente fascinante!

Gostaria de terminar convidando o leitor a descobrir de que novas maneiras pode contribuir – pessoal e profissionalmente – para o mundo em que vivemos. Estamos no início de uma nova revolução – a revolução empática – e ela já começou.

Pra mim, essas 3 coisas – educação, empatia e criatividade – formam a base das nossas relações neste novo milênio, e todos, cada um com seu talento, estão convidados a participar.

Assista vídeo com uma animação temática.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora