this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Thu Apr 01 10:32:10 BRT 2021
Mercado e Vendas | REGISTRO DE PRODUTO
Cachaça de Paraty

Além de ser guardiã de um patrimônio que conta a história do Brasil, Paraty tem como tradição ser uma das melhores produtoras de uma paixão nacional: a cachaça.

· 04/03/2021 · Atualizado em 01/04/2021

Cidade histórica do litoral do Rio de Janeiro, Paraty oferece ao Brasil não só um patrimônio edificado de alto valor, como também outro produto único e valiosíssimo: a cachaça. Mas o que fez com que a aguardente paratiense conquistasse o gosto nacional?

Bem, essa história é longa e começa lá no século 18, quando a cidade teve um salto de desenvolvimento depois da descoberta de ouro em Minas Gerais, tornando-se um importante porto do Brasil Colônia. Desde então, a atividade se deu tão bem na região porque o clima e o solo de Paraty são considerados ideais para a plantação da cana-de-açúcar. Sua geografia acidentada e seus numerosos rios também facilitaram a construção de rodas d’água para a moagem da cana.

Esses elementos transformaram a cidade fluminense no maior centro produtor da bebida durante os períodos colonial e imperial. Em 1820, havia em Paraty 12 engenhos de açúcar e mais de 150 alambiques, com produção de mais de 1,2 milhões de litros por ano.

Essa longa tradição ajudou a aprimorar a fabricação e a agregar sabores e características únicas à bebida, que obedece a normas rígidas de produção artesanal e familiar. Assim, há limites máximos de produção que são controlados pelo Conselho Regulador da Associação dos Produtores e Amigos da Cachaça Artesanal de Paraty (APACAP).

Além de experimentar aromas e sabores que só a cachaça de Paraty oferece, o apreciador pode degustar a bebida tranquilo em saber que toda a cana-de-açúcar é produzida em áreas agrícolas legais, respeitando os requisitos ambientais e sociais.

Os produtos da Indicação de Procedência são a cachaça, a cachaça envelhecida, a cachaça Premium e a aguardente de cana composta azulada.

Impacto na região

A Indicação Geográfica Paraty para cachaça foi um projeto de resgate de uma das mais tradicionais produções do país. Isso porque no século 20 a atividade chegou a entrar em declínio na região e quase desapareceu. Um grupo de produtores locais, motivados pela história da bebida em Paraty, iniciou um processo de resgate, fundando também a Associação dos Produtores e Amigos da Cachaça Artesanal de Paraty (APACAP).

Atualmente, os produtores vendem praticamente toda a sua produção aos turistas que visitam a cidade e trabalham em um processo de proteção do nome “Paraty” contra o uso indevido por produtores de fora da área delimitada.

Onde encontrar

As cachaças de Paraty são encontradas nos alambiques e cachaçarias da cidade, em lojas especializadas de todo o país e também podem ser compradas pela internet.

Todos os alambiques de Paraty são abertos para visitação, degustação e vendas, proporcionando aos visitantes conhecer os processos produtivos da cachaça e vivenciar toda essa história, cultura e tradição.

As marcas de cachaça produzidas hoje em Paraty são a Coqueiro, Corisco, Engenho D’Ouro, Maria Izabel, Paratiana, Labareda, Mulatinha, Pedra Branca, Cais do Porto e Jacuboca.

Mais informações no site da associação:  www.apacap.com.br

Dados técnicos

Número: IG200602

Indicação Geográfica: Paraty

UF: Rio de Janeiro

Requerente: Associação de Produtores e Amigos da Cachaça Artesanal de Paraty

Produto: Aguardentes, tipo cachaça e aguardente composta azulada

Data do Registro: 10/07/2007

Delimitação: A delimitação está compreendida no município de Paraty, com uma área total de 700 Km².

 


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado