this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Mon May 24 18:10:54 BRT 2021
Finanças | INVESTIMENTO
Smart money: como captar esse investimento para a sua startup?

O Smart Money é a saída que muitos empreendedores têm. Ele mostra que apenas injetar dinheiro no negócio não é a única coisa a se fazer.

· 24/05/2021 · Atualizado em 24/05/2021
Imagem de destaque do artigo

O investimento é essencial para o crescimento de uma empresa. Existem negócios que têm um grande potencial de geração de resultados. Entretanto, sem recursos, isso fica muito difícil. Além dos financeiros, muitos empreendimentos precisam de pessoas experientes para fazer o negócio seguir em frente. Um exemplo disso é o Smart Money.

Esse processo parte do pressuposto de que o dinheiro não é o único fator que leva a empresa a crescer. Ela precisa de gestão, conhecimento de mercado, networking, entre outros elementos. Nesse ponto, entra o papel do investidor como um fomentador de ideias e não apenas de recursos.

Neste artigo, aprofundaremos um pouco mais o conceito de Smart Money e como ele pode ser conquistado pelo seu negócio. Acompanhe!

O que é Smart Money?

Traduzindo livremente, Smart Money significa dinheiro inteligente. Explicando em outras palavras, essa expressão serve para designar investidores que aportam capital na empresa e participam da tomada de decisões do negócio. Porém, juntamente ao dinheiro, eles oferecem todo o conhecimento e o networking do investidor é colocado para potencializar os resultados.

Na prática, o investidor deixa de ser apenas um provedor financeiro e passa a fazer parte do dia a dia de uma startup. Logo, ele participa ativamente da tomada de decisões e da resolução de problemas que possam surgir no negócio.

Portanto, o investidor passa a ser um profissional que entende daquele empreendimento e pode agregar muito valor à empresa, contribuindo de forma significativa para o seu crescimento. Assim, eles trazem toda a sua experiência e aplicam-na no negócio em que acabaram de investir.

Qual é a importância desse tipo de investimento?

A principal importância de um investidor inteligente é que ele pode auxiliar o empresário ou o gestor de uma startup sobre a forma de aplicar os recursos obtidos. Logo, ele é capaz de otimizar a maneira como o dinheiro é empregado, evitando erros que possam gerar prejuízos no futuro.

Além disso, o Smart Money tem uma grande contribuição quando nos referimos ao networking e a estratégias de vendas e marketing. Portanto, vale a pena contar com esse tipo de profissional dentro da sua startup. Além de aportar recursos, ele trabalhará com todo o seu conhecimento para fazer o negócio crescer ainda mais.

Por mais que uma startup conte com gestores que conhecem o mercado, os investidores que trabalham com o segmento, geralmente, têm conhecimento maior em áreas diversas. Inclusive, existem investidores famosos que trabalham exclusivamente com esse tipo de aplicação inteligente.

Quais são os benefícios do Smart Money?

Atuar com o Smart Money pode trazer alguns benefícios muito interessantes para a empresa. Além de utilizar o dinheiro de forma inteligente, o investidor proporcionará vantagens, como:

  • conhecimento sobre mercados específicos;
  • agregação de valor com nome conhecido no mercado;
  • preparação de estratégias de marketing mais avançadas;
  • participação na tomada de decisões sem ter controle sobre a empresa;
  • abertura da possibilidade de entrada de novos investidores;
  • facilidade de acesso a linhas de crédito com bancos e fornecedores que trabalham com exclusividade para algumas empresas.

No mais, o investidor inteligente agrega mais credibilidade. Assim, são abertas portas que certamente estariam fechadas se a pessoa não fizesse parte da startup.

Como captar o Smart Money?

Depois de conhecer os principais benefícios do Smart Money e a sua importância para a startup, apresentaremos algumas dicas para que você possa conquistar esse tipo de investimento. Continue lendo!

Observe quem está próximo

Primeiro, é interessante buscar esse tipo de aporte inteligente com investidores que estejam mais próximos da sua realidade. Ao pesquisar sobre o assunto na internet, você perceberá que existem grandes nomes do empreendedorismo nacional que atuam dessa forma.

Entretanto, ter acesso a esse tipo de profissional pode ser muito complicado. Não estamos afirmando que você não tem chances de buscar investidores conhecidos no mercado nacional. Mas, sim, que é possível que existam profissionais próximos que também ofereçam o mesmo grau de suporte gerencial, estratégico e de apoio financeiro.

Busque investidores com experiências de mercado

Outro ponto importante é buscar investidores que têm conhecimento do mercado de atuação da sua startup. Afinal, como se trata de uma pessoa que participará das decisões estratégicas, é importante que ele saiba o que está fazendo. Isso evitará o cometimento de erros em seu segmento.

Considere algumas características básicas

Outro ponto importante a ser verificado são as características básicas do investidor. Como é uma pessoa que participará da gestão do negócio em conjunto aos proprietários originais da startup, é importante que haja congruência de ideias.

Alguns investidores podem ter um viés um pouco diferente do seu e querer direcionar a sua empresa para outros caminhos. Obviamente, em alguns casos, isso pode ser bom. Porém, é importante que você tenha a mente aberta para seguir determinações completamente distintas daquelas que foram traçadas.

Nesse sentido, é muito relevante procurar por investidores que tenham ideais parecidas ou que tenham certo grau de proximidade com as que você e os seus sócios têm. Isso evita conflitos que podem colocar em risco o relacionamento entre a startup e o investidor.

Apresente o projeto

Depois de analisar todos esses pontos relacionados ao investidor, é importante desenvolver um Pitch ou apresentação do negócio. Esse é o momento em que você vai “vender o seu peixe”, mostrando ao investidor a capacidade de geração de resultados do seu negócio.

Nessa apresentação, serão demonstrados os resultados obtidos pela empresa nos últimos meses ou anos, números financeiros, tais como: como lucro, custos, faturamento bruto, entre outros aspectos relacionados ao mercado de forma geral.

Nessa apresentação, também é demonstrada a oferta de participação do investidor na empresa. É importante ter muito cuidado com Valuation — ou seja, o valor de mercado que sua empresa terá a partir do momento em que recebeu o aporte financeiro.

Nesse sentido, você deve oferecer uma percentual de participação do investidor na empresa por um valor determinado. No entanto, é sempre interessante estar aberto à negociação desses montantes e percentuais.

A apresentação do projeto é uma etapa fundamental para conquistar o Smart Money. Por meio deles que o investidor conhecerá a sua empresa e entenderá quais são as projeções para o futuro.

Existem casos em que uma apresentação de Pitch feita de forma errada pode fazer com que o empresário perca o aporte e, principalmente, a participação de uma pessoa que poderia fazer o seu negócio crescer.

O mercado está repleto de grandes Pitchs que ficaram conhecidos no mundo todo. Eles foram utilizados por grandes companhias de renome mundial que iniciaram de forma totalmente desconhecida e sem recursos.

Crie novos produtos ou serviços

Depois de receber o aporte, é importante continuar trabalhando firme. Justamente, a partir do momento em que o Smart Money entra no seu empreendimento é que toda estratégia de crescimento é colocada em prática.

Logo, é fundamental pensar na implementação de novos produtos e serviços que podem ser oferecidos ao seu mercado. Com o aporte financeiro recebido, é possível desenvolver novas soluções para o seu segmento de atuação.

Construa um bom relacionamento

Por fim, é importante sempre cultivar um bom relacionamento com o investidor que participa do Smart Money. Afinal, essa pessoa pode trazer novos investimentos para a sua empresa. Além disso, ela também pode contribuir para a captação de recursos adicionais para fazer a sua startup captar uma fatia cada vez maior do mercado.

O que é o Dumb Money?

Do lado oposto do conceito que descrevemos neste artigo, temos o Dumb Money. Essa é uma modalidade de investimentos que não é muito interessante para a startup. Nesse caso, em especial, o investidor não participa do desenvolvimento estratégico da empresa.

Basicamente, ele funciona como um empréstimo com juros que podem ser considerados altos. Nessa modalidade, o investidor apenas aporta um capital, agrega uma participação no patrimônio da empresa e, depois, recebe os lucros de acordo com o percentual adquirido do negócio.

Mesmo que exista um aporte financeiro envolvido, o Dumb Money vai contra a ideia de trazer pessoas especializadas para dentro do negócio. Logo, a contribuição estratégica não existe nessa modalidade de aporte.

Além disso, existe a questão de que esse investidor terá uma participação na empresa. Ou seja, uma fatia dela será restrita a ele. Logo, se futuramente você desejar captar o Smart Money, ele deve ser considerado na formatação do Valuation da empresa. Consequentemente, esse tipo de estratégia pode afastar alguns investidores que desejam atuar de forma inteligente em uma startup.

Portanto, o Dumb Money deve ser uma estratégia muito bem calculada. É preciso ter em mente se ela proporcionará algum tipo de benefício. Principalmente, é necessário considerar os impactos negativos que podem ser gerados com esse investimento.

Por fim, é importante ter em mente que o Smart Money pode ou não ter controle sobre a administração da empresa. Isso dependerá da forma como o contrato é realizado. Dependendo do percentual que o investidor recebe, as suas decisões não terão impacto significativo em medidas gerenciais.

Entretanto, é importante ter em mente que a busca por Smart Money deve ser feita com a mente muito aberta. Os investidores, geralmente, são pessoas especializadas e que já têm um grande conhecimento de mercado. Logo, vale a pena ouvir suas orientações e analisar com atenção os impactos positivos e negativos que podem ser obtidos.

Por fim, é importante que você possa contar com esse tipo de investimentos chamado de Smart Money. Portanto, siga as dicas que mencionamos neste artigo e comece a procurar por esse tipo de investidor.

Gostou deste material? Então, curta a nossa página no Facebook. Dessa forma, todas as vezes em que um novo conteúdo for postado, você será avisado. 


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado