ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Mercado e Vendas
Vinho de altitude é protagonista no desenvolvimento turístico na Serra
Além das experiências turísticas da região, o vinho de altitude tem sido visto com bons olhos para o desenvolvimento da Serra Catarinense
Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

A exemplo de países como Itália e França, em que o vinho está inserido no cotidiano das pessoas, na região serrana o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em Santa Catarina vê no enoturismo um grande atrativo.  A produção de vinho gera trabalho e renda, desenvolvimento territorial e do agronegócio de pequenos, médios e grandes produtores.
 
Em 2014, o Sebrae intensificou o turismo de experiência na Serra para desenvolver pequenos negócios no setor de inovação turística aplicadas à pousadas, comércio, restaurantes, receptivos, bares e guias turísticos. Atualmente, a entidade trabalha em um projeto na área do enoturismo, voltado a desenvolver as potencialidades da região. O projeto deve iniciar entre os meses de abril e maio deste ano e finalizar em 2018.

“O turismo é uma área que não teve uma queda expressiva na economia e, por conta disso, a importância na dinamização para atrair novas oportunidades com o enoturismo”, destaca o coordenador de Turismo do Sebrae SC, Alan Claumann.

Para isso, toda a cadeia envolvida com a produção e comercialização de vinhos será atendida por meio de consultorias com o intuito de capacitar os empresários no que tange a profissionalização da gestão e na inovação da oferta turística tendo o vinho como âncora.
 
A proposta vai beneficiar pequenos negócios ligados a cadeia de valor do enoturismo,  como vinícolas, indústria, comércio, turismo, hospedagem e outros ligados ao setor. O trabalho será desenvolvido em São Joaquim e municípios vizinhos.  A sensibilização dos empresários para adesão às ações do projeto ocorrerá por meio de palestras e reuniões. 

Projeto de Indicação Geográfica é oficializado durante a Vindima de Altitude, em São Joaquim
 
Há mais de 10 anos a Serra produz vinho finos de altitude e, agora, além das ações de  mercado e promoções previstas, há  ainda a formatação de parcerias locais, estaduais e nacionais para que o vinho de altitude de Santa Catarina tenha reconhecimento oficial do seu território de produção  por meio de uma indicação geográfica.
 
Anunciado pelo governador do Estado, Raimundo Colombo, e o presidente da Associação Catarinense dos Produtores de Vinhos Finos de Altitude (Acavits), Maurício Carlos Grando, durante a Vindima de Altitude, o projeto de Indicação Geográfica (IG) é um selo que vai normatizar questões climáticas e de produção dos vinhos de altitude de Santa Catarina, impactando ainda mais a qualidade e abrindo novos mercados no país e exterior.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Converse online com o Sebrae

Tire suas dúvidas em tempo real e receba dicas sobre os seus negócios
diretamente dos nossos especialistas em pequenas e microempresas.
Um serviço gratuito para você.

Converse agora