this is an h1

this is an h2

Mon May 09 18:37:08 BRT 2022
Mercado e Vendas | FERRAMENTA DE VENDA
Confira algumas dicas para começar no mercado de frutas tropicais

Frutas típicas do Brasil estão cada vez mais populares e são ótimas fontes de renda

· 09/05/2022 · Atualizado em 09/05/2022

O cultivo de frutas tropicais é cercado de desafios. Mas, apesar dos entraves, esse é um mercado em crescimento, que, portanto, merece atenção. O país é o terceiro maior produtor de frutas do mundo. Foram 41 milhões de toneladas produzidas apenas em 2021, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Como se pode ver, esse é um nicho gigante e você, pequeno produtor, não pode ficar fora. As frutas tropicais ganham cada vez mais o gosto popular, não apenas no país, mas também fora. As frutas tradicionais (banana, manga, mamão) continuam como as favoritas, mas algumas, como o abacate e o abacaxi merecem destaque.

Neste artigo vamos falar sobre os cuidados na produção de frutas tropicais. Continue com a gente, produtor!

Frutas tropicais no Brasil

Segundo o autor do livro Frutas brasileiras exóticas e cultivadas, Harri Lorenzi, existem 312 frutas brasileiras. Apesar do número expressivo, apenas seis são comercializadas em grande quantidade. O abacaxi, o cacau, o caju, o coco-da-baía, a goiaba e o maracujá são típicas das nossas terras. A laranja (China) e a banana (sudeste asiático), por sua vez, se popularizam aqui, mas foram trazidas de outras regiões.

As frutíferas são divididas em grupos conforme as condições climáticas. A América do Sul é berço das tropicais. Os maiores exportadores do continente são Equador, Uruguai, Argentina e Brasil.

Um dos motivos comercializarmos polpas é a distância entre as áreas rurais, de produção, e as urbanas, de consumo. O formato consegue conservar os nutrientes do alimento, mas um congelamento rápido é essencial nesse processo.

Dicas para produtores rurais de frutas tropicais

É necessário um estudo de solo e clima antes de começar a produção de uma fruta tropical. Sem isso, o produtor rural se torna refém da sorte. Desse modo, é preciso unir o conhecimento técnico ao prático, e existem dicas que podem ajudar.

O município de Itápolis/SP, por exemplo, conhecido por ser referência na produção de laranja, recentemente diminuiu a área dos pomares da fruta para aumentar a de outras espécies. Hoje, espaços antes dedicados a laranjeiras são ocupados por plantações de goiaba, melancia, limão, pepino e pimentão.

A redução da produção foi causada principalmente por dificuldades de comercialização da laranja e a incidência de uma doença própria da citricultura, o greening. São problemas enfrentados diariamente pelos produtores rurais, e, para não ficar dependentes da monocultura, a região decidiu pela diversificação dos pomares.

O produtor que deseja ter sucesso na produção de frutas tropicais deve estar atento a alguns fatores:

  • Clima ideal para cada espécie;
  • Sazonalidade;
  • Localização;
  • Solo;
  • Distribuição de água;
  • Consumidor final.

Leia o artigo da Agência Sebrae Notícias: “Estudo científico desenvolve suco de laranja hipocalórico

A água e as frutas tropicais

Não é simples oferecer frutos de qualidade. O clima é um dos fatores que mais influenciam na perda da produção. O produtor precisa se atentar, por exemplo, a irregularidades na pluviometria.

A irrigação, portanto, é fator fundamental em todos os momentos. E, destes, o que demanda mais cuidado é o do pós-colheita, já que três semanas antes dele a exigência de água aumenta.

Ficou com dúvidas? O Sebrae tem um espaço exclusivo para produtores rurais neste link. Além disso, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) podem auxiliá-lo de forma técnica.

Telegram

Sebrae Fruticultura

Conteúdos exclusivos sobre o segmento. Conecte-se a ideias e dicas de sucesso para o seu negócio.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora