this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Mon May 17 18:24:19 BRT 2021
Finanças | ACESSO A SERVICOS FINANCEIROS
Precisa de crédito para atravessar a pandemia?

MEI, Micro e Pequeno Empresário têm linhas especiais de crédito para enfrentar momentos de crise

· 06/04/2021 · Atualizado em 17/05/2021

Em momentos de dificuldades na economia, como o que atravessamos atualmente por causa da pandemia, especialmente com a retração na disponibilidade de postos de trabalho, há uma tendência de mais pessoas buscarem abrir seu próprio negócio.

A maior parte desses empreendedores necessita de recursos para concretizar sua ideia de negócio, razão pela qual o mercado disponibiliza linhas de crédito especiais para microempreendedores.

Antes de se decidir pela contratação de um empréstimo, é muito importante proceder às seguintes ações:

  • Identificar qual é a real necessidade do empréstimo ou financiamento;
  • Pesquisar e definir a linha de crédito mais adequada às necessidades do negócio;
  • Verificar qual a instituição financeira que oferece as melhores condições para a contratação do crédito;
  • Elaborar um plano de negócio, pois esse documento é primordial para a definição das estratégias de atuação e a tomada de decisões relacionadas à implementação da empresa. Saiba como elaborar o seu plano de negócios:
MEI

MEI pode receber crédito?

A figura do MEI foi criada em 2008 e logo se tornou a melhor forma de se formalizar um negócio ou começar um novo, do zero. O MEI conta com vantagens como tributação diferenciada, benefícios para ter segurança e ferramentas para auxiliar na gestão da empresa.

Mas, se o MEI não puder oferecer garantias, como fazer para conseguir crédito?

Os bancos públicos e privados, alguns em parceria com o Governo Federal ou por meio de convênios com o Sebrae, oferecem opções para que empresas de micro e pequeno porte tenham acesso a crédito.

Segue abaixo opções de crédito para micro e pequeno empreendedores:

FAMPE

FAMPE - Fundo de Aval

Os recursos alocados pelo Sebrae são utilizados como garantia complementar às operações de crédito contratadas, facilitando o acesso do pequeno negócio às diversas linhas de empréstimo.

O FAMPE se destina aos pequenos negócios formalizados urbanos (Microempreendedores Individuais - MEI, Microempresas - ME, Empresas de Pequeno Porte - EPP), bem como às pequenas agroindústrias formalizadas em concordância com os parâmetros da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas.

Para ter acesso às linhas de crédito com as garantias adicionais do FAMPE, basta consultar o gerente pessoa jurídica da instituição financeira de sua preferência, perguntar se é conveniada com o Sebrae para operacionalizar o FAMPE, quais são as linhas de crédito disponíveis e escolher a mais adequada às suas necessidades.

O FAMPE poderá garantir até 80% de um financiamento junto a uma instituição financeira conveniada, de forma complementar, dependendo do porte empresarial e da modalidade de financiamento, cujas faixas de garantia (aval) variam de R$ 10 mil a R$ 700 mil.

O FAMPE é operacionalizado exclusivamente por instituições financeiras
conveniadas com o Sebrae. Atualmente, as seguintes instituições possuem convênio vigente e atendem às condições operacionais:

  • ACCREDITO - Sociedade de Crédito Direto S/A
  • Agência de Desenvolvimento de Roraima - Desenvolve RR
  • Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí S/A
  • Agência de Fomento de Goiás - GoiásFomento
  • Agência de Fomento de Santa Catarina - BADESC
  • Agência de Fomento de São Paulo – Desenvolve SP
  • Agência de Fomento do Rio de Janeiro – AGERIO
  • Agência de Fomento do Estado do Rio Grande do Norte - AGN
  • Banco Cooperativo do Brasil - Bancoob/Sistema Sicoob
  • Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais - BDMG
  • Banco do Brasil - BB
  • Banco do Estado de Sergipe - BANESE
  • Banco Original
  • Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE
  • Caixa Econômica Federal – CAIXA

Para informações mais detalhadas, acesse a página sobre o FAMPE.

CREDMEI

CREDIMEI

Programa de Simplificação do Acesso a Produtos e Serviços
Financeiros para o MEI

São soluções de crédito que são viabilizadas por meio de parceria com instituições financeiras. Esse produto facilitar ao MEI o acesso aos seguintes benefícios:

  • Antecipar à vista os recebíveis relativos aos pagamentos realizados com
    cartão de crédito;
  • Aquisição de crédito para ampliação do negócio;
  • Acesso a crédito para compra de equipamentos, máquinas, mercadorias
    e matérias-primas;
  • Criação de conta corrente empresarial;
  • Disponibilização de cartão de crédito ou débito empresarial;
  • Utilização de máquinas para uso de cartão pelos clientes;
  • Acesso a seguros destinados à empresa e/ou familiares.

Como aderir ao CREDMEI:

Crie uma conta na plataforma Gov.br: acesse e faça o cadastramento;

Acesse o Portal do Empreendedor e siga as orientações;

O MEI deverá ter em mãos os seguintes documentos:

  • Comprovante de residência.
  • Documento de identidade do representante da MEI
  • Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI).
Cartão BNDES

Cartão BNDES para MEI

Outra opção de acesso ao crédito para o microempreendedor é o Cartão do BNDES.Funciona como um cartão de crédito de uso empresarial com taxa de juros mais em conta e com parcelamento em até 48 meses. Outra vantagem desse cartão em relação a outros do mercado é que geralmente não possui anuidade, podendo ser solicitado em qualquer agência do Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, BRDE, Caixa Econômica Federal, Santander, SICOOB e Sicredi.

Por ser exclusivo para MEI, os requisitos mínimos do cartão são baseados na definição de microempreendedor individual:

  • Possuir apenas um funcionário.
  • Não ser sócio de outra empresa.
  • O faturamento anual não pode ser superior a R$ 81 mil.

Entre outros benefícios, que podem ser conferidos diretamente no site do BNDES, o cartão poderá ser utilizado para pagamento de matrículas em cursos para qualificação profissional, compra e produção de embalagens, aquisição de equipamentos técnicos e materiais gráficos e para impressão.

Uma especificidade desse cartão é que a fatura vence a cada 15 dias e o valor é debitado automaticamente da conta corrente empresarial, independentemente do tipo de negócio contratado.

Como adquirir o cartão BNDES para MEI

1. Acesse o site do BNDES
2. Clique em Solicite seu Cartão BNDES
3. Preencha os dados solicitados
4. Apresente os documentos abaixo na agência indicada: 

  • Certidão Negativa de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CND) ou Certidão Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CPEND).
  • Comprovante de que o beneficiário está em dia com a Relação Anual das
    Informações Sociais (RAIS).
  • Comprovante de que o beneficiário está em dia com as obrigações relativas ao FGTS, mediante apresentação do Certificado de Regularidade do FGTS expedido pela Caixa Econômica Federal.
  • Comprovante de que o beneficiário não está inscrito no Cadastro de Empregadores que tenham mantido trabalhadores em condições análogas à escravidão, instituído pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
  • Cópia do Contrato ou Estatuto Social, acompanhado dos atos modificados, oficialmente arquivados e publicados.
  • Declaração que ateste estar com a situação regularizada perante os órgãos públicos e a legislação pertinentes.
Microcrédito

Microcrédito Empreendedor do Banco do Brasil

Programa que oferece até R$ 15 mil de crédito ao solicitante, em alguns casos sendo disponibilizado em três aplicações durante o ano. O programa tem prazo entre quatro e 12 meses, quando usado para capital de giro. No caso da utilização para investimento, o prazo varia de quatro e oito meses.

Saiba maiores informações sobre as soluções disponibilizadas para o MEI pelo Banco do Brasil.

Microcrédito Crescer da Caixa Econômica Federal

Linha de crédito oferecida pela Caixa com valores entre R$ 300 e R$ 15 mil, dependendo do negócio. O primeiro contrato tem valor máximo de R$ 1,2 mil,  para capital de giro. A partir da segunda contratação, o valor para investimento sobe para R$ 5 mil reais. O prazo para pagamento é de até 24 meses, variando com o valor do crédito e das análises feitas pelo próprio banco. Para mais informações, acesse o portal da Caixa Econômica.

Conteúdos adicionais e cursos para empreendedores

Antes de contratar um financiamento ou empréstimo, o empreendedor deve ter bem claras as estratégias de gestão financeira e expansão do seu negócio.  Veja as respostas às dúvidas mais comuns a respeito de quando buscar financiamento.

Leia um artigo sobre renegociação e portabilidade de dívidas em tempos de coronavírus

Assista um vídeo que mostra como fazer um planejamento, fator que pode ser o grande diferencial para o sucesso de uma empresa.

O Sebrae oferece cursos que ensinam a definir estratégias claras de expansão e como garantir que elas sejam executadas.

Também, pode ser muito útil assistir essa palestra sobre os primeiros passos para o começo de uma gestão financeira, abordando como distinguir finanças pessoais e as da empresa, métodos e ferramentas para organizar registros, como analisar métodos de pagamento, formação de preço e fluxo de caixa.

No portal do Sebrae, você encontra diversos conteúdos que auxiliam ao empreendedor, como esse vídeo com 10 Dicas infalíveis para a gestão financeira dos pequenos negócios.

E um vídeo sobre planejamento financeiro na prática empresarial.

Veja também:


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de formar online e gratuita.

Acesse agora