ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e eventos do seu estado

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Tue May 26 11:38:25 GMT-03:00 2020
Empreendedorismo
MEI: Como vender em tempos de coronavírus
É preciso analisar se o comportamento do seu cliente mudou, pois muitos agora estão dentro de casa, mas continuam tendo necessidades.

MEI – Como vender em tempos de coronavírus

Neste momento, quem deseja vender mais precisa, primeiro, construir uma estratégia de vendas eficiente para o seu negócio.

Para isso, é preciso analisar se o comportamento do seu cliente mudou, pois muitos agora estão dentro de casa, mas continuam tendo necessidades.

Avalie a melhor forma de atender seus clientes e pense como o seu negócio pode se adaptar aeste novo contexto:

  1. É possível vender no modelo delivery ou investir no comércio eletrônico, por exemplo?
  2. O seu tipo de serviço ou produto pode ser oferecido de outra forma?

Agora é o momento de você se preparar para atender o seu cliente em outros canais e vender a distância.Mas para isso você precisa planejar melhor suas ações e prestar atenção em alguns aspectos essenciais nesse processo:

  1. Melhore a qualidade do seu produto ou serviço: não há como traçar uma estratégia de vendas se o seu produto ou serviço não tiver uma excelente qualidade. Não há estratégia boa que dê conta de um produto ou serviço ruim. O cliente irá te procurar uma vez e acabou. Se isso for uma prioridade sua, dificilmente o cliente trocará a sua empresa por outra, pois você já terá ganhado a confiança dele no que é oferecido por você.

  2. Conheça seu cliente e faça bom uso das informações que você possui: nada melhor que uma boa conversa para conhecer os gostos e hábitos do seu cliente, mas não confie em sua memória. Você precisa manter um cadastro de clientes atualizado, para usar essas informações a favor do seu negócio. Esses dados são fundamentais para que seja possível traçar uma estratégia de vendas eficiente. Imagine você fazendo uma ação no Instragram e marcando o nome de alguém que não usa seu produto ou serviço! Isso pode te colocar numa saia justa. Aproveite o momento, faça contato com seus clientes: ligue, procure saber como ele está lidando com este momento, entenda suas necessidades e demandas, faça prospecção e atualize o seu cadastro.

  3. Invista em atendimento, antes, durante e após a venda: você precisa investir em canais de atendimento eficientes para facilitar que o cliente chegue até você. Por exemplo, telefone comercial desocupado para o cliente não precisar entrar em contato mais de uma vez, um site interessante, onde o cliente ache as informações facilmente, uma vitrine de bom gosto que chame sua atenção, um atendimento que seja pontual, um canal para receber críticas e reclamações que realmente sejam resolvidas, e, por fim, uma ação de pós-venda que mostre para seu cliente que você pensa nele com carinho e atenção. Outra dica para esse momento é: separe um tempo a mais para atender. Por conta do isolamento, é natural as pessoas se sentirem carentes de atenção. Com mais tempo disponível, já que muitas estão com seus contratos de trabalho suspensos ou suas cargas horárias reduzidas, elas se permitem fazer mais perguntas sobre o seu produto ou serviço. E aproveite para fazer uma pesquisa com seus clientes. Pergunte a eles em que você pode melhorar! Já para os potenciais clientes pergunte o que eles gostariam de encontrar na sua empresa. Esta é uma ótima maneira de ampliar sua clientela.

  4. Invista na experiência do cliente: esta é uma regra de ouro para qualquer empreendedor que queira criar um relacionamento duradouro com seu cliente. E não pense que uma boa experiência está associada a grandes investimentos ou tecnologias. Ela começa no primeiro contato que seu cliente tem com sua marca. E isso pode acontecer em uma mensagem de uma pessoa que viu sua divulgação em uma rede social e escreve buscando mais informações sobre um produto ou serviço que você postou.Aqui vale uma dica essencial: atenção e cordialidade são elementos fundamentais na construção de um relacionamento. Ao receber um atendimento de qualidade logo no primeiro contato, aquele consumidor pode até não fechar a venda, mas certamente vai se lembrar da sua marca quando for tomar a decisão de compra.

  5. Fidelize seus clientes: diversas pesquisas apontam que é muito mais barato vender para clientes que você já tem, do que conquistar um novo cliente. O relacionamento e a confiança que essas pessoas têm em você facilitarão o seu caminho, por isso invista na fidelização. Mas a tarefa não é fácil, pois a concorrência está cada vez mais acirrada. Então, nessa hora, vale um pouco de tudo, desde que traga resultado!

  6. Faça parceria com outras empresas: uma forma interessante de chegar até novos clientes é por meio de parcerias com empresas que trabalhem com produtos e serviços similares ou complementares ao seu. Veja um exemplo: uma loja de brinquedos que faz uma parceira com uma loja de roupas infantis. Eles podem fazer uma divulgação conjunta para que a pessoa que compre um produto numa loja, ganhe uma vantagem ao comprar na outra. Esse tipo de ação ajuda a aumentar o número de clientes de todos os parceiros envolvidos.

  7. Ofereça comodidade e segurança: outro ponto em que você deve ter atenção neste momento em que as pessoas estão ficando mais em casa é a logística, pois grande parte dos consumidores está demandando os serviços de entrega (delivery), seja por razões de segurança ou pela impossibilidade de deslocamento. Lembre-se de um detalhe importante: o entregador é um prestador de serviço que leva a imagem da sua marca até o cliente. Por isso, atenção redobrada ao contratar os serviços das empresas de entrega. Uma outra ação importante para dar mais comodidade ao seu cliente é oferecer a ele formas de pagamento alternativas, como transferência bancária e plataformas com pré-cadastro do cartão, para que o cliente não precise digitar senha nas maquininhas. E se você está entre os segmentos que não fecharam as portas ou tiveram autorização para reabrir, lembre-se de informar todos os cuidados que está tomando para garantir a higiene e a segurança do ambiente, dos produtos e serviços prestados. Invista em uma comunicação clara e efetiva entre você e seu empregado (se houver) e também com seus clientes.

  8. Venda pela internet: as compras online estão aumentando a cada ano. E ser pequeno não é mais desculpa para estar fora da internet.  É claro que uma plataforma própria de venda requer investimento e talvez este não seja o momento mais adequado para você ter esse custo. Avalie, então, alternativas como o marketplace que é uma plataforma de vendas que reúne vários vendedores em um mesmo espaço virtual, fazendo a intermediação entre vendedor e comprador. Este tipo de plataforma pode ser interessante para sua empresa porque tem a capacidade de atrair mais clientes do que sites individuais, devido à quantidade de vendedores ali presentes e a infinidade de produtos e preços ofertados. Alguns marketplaces já consolidados são o Mercado Livre, Elo 7 (focado em artesanato) e Magazine Luiza, que lançou, em parceria com o Sebrae, condições especiais para a participação dos pequenos negócios na plataforma Parceiro Magalu durante o período da pandemia. Se você se interessar por esta opção, informe-se sobre todos os custos e obrigações envolvidos na adesão à plataforma.

Depois que você já tiver definido todos estes aspectos e antes de decidir a melhor estratégia de vendas para o seu negócio,procure o Sebrae e converse com um dos nossos consultores.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora