MARKETING

Para superar a crise, a estratégia é marketing de guerrilha

O marketing de guerrilha deu tão certo que hoje as grandes empresas também tem usado este artifício para aprisionar os consumidores.

Diariamente o bombardeio tem sido enorme. É crise política, crise econômica, crise nas vendas e uma nova crise que será noticiada no jornal de amanhã.

São tantas crises, que o empresário deve se armar para contra-atacar e reestabelecer seu espaço na trincheira do mercado e do bolso com estratégias com maior impacto. Desta forma, recomenda-se apelar para o marketing de guerrilha. Trata-se de uma estratégia surgida no final dos anos 70 por pequenos negócios objetivando se destacar das grandes empresas.

O marketing de guerrilha deu tão certo que hoje as grandes empresas também tem usado este artifício para aprisionar os consumidores. E, se as grandes empresas já utilizam, é fundamental que o empresário de pequeno negócio saiba utilizar e buscar táticas para se destacar ainda mais.

Algumas das táticas mais utilizadas são:

Arte Urbana: são formas básicas de comunicação que capturam a atenção das pessoas nas ruas, tais como painéis ou pinturas tipo pichação nos muros;

Ambush marketing/marketing de emboscada: misturam-se equipes para interagirem nos ambientes onde o público-alvo está;

Evento/patrocínio: eventos e patrocínios focados no público-alvo são desenvolvidos ou localizados para a marca ter forte apelo;

Marketing Invisível: As pessoas são expostas ou interagem com uma ideia, marca ou produto sem perceber que se trata de uma experiência de comunicação. Pode se dar: (a) on-line: monitoramento e interação em fóruns e comunidades on-line; e (b) off-line: interação casual e fluida com o público-alvo;

Performance: por meio de ações de corpo-a-corpo, shows relâmpagos, teatro de rua, instalações e passeatas a mensagem é transmitida. Como exemplo uma ducha tipo uma máquina de refrigerante nas praias, uma projeção com animação em um prédio histórico;

Propaganda de Guerrilha: utiliza-se a mídia tradicional de modo inovador ou, ainda, cria-se meios de comunicação novos, tais como moedas adesivadas no verso lançadas no chão de ruas próximas ao negócio com uma mensagem relacionada ao baixo preço;

PR Stunt: ativa-se a assessoria de imprensa desde o início do processo potencializando o impacto das ações desenvolvidas;e

Web/viral: são ações online fortes ao ponto do internauta passar adiante, tais como hotsites, blogs, podcasts e e-mails virais.

Conhecendo agora algumas das técnicas de marketing de guerrilha, lembre-se de buscar utilizar estrategicamente, afinal de contas, você não sabe se o seu concorrente também acabou de ler este texto…

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: