ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Sat Apr 18 19:36:38 GMT-03:00 2020
Mercado e Vendas
E aí, vamos falar de moda? Como vender no Instagram e WhatsApp
Em tempos de quarentena, como faturar sem uma loja virtual? Se você é empresário de moda e deseja vender online, saiba como vender nas redes sociais Instagram.

Desde que as ações para a conter a pandemia de Coronavírus foram implementadas, uma grave crise econômica começou a acompanhar a crise de saúde pública. Fechar as portas de uma empresa de um dia por outro não é tarefa fácil e não estava nos planos de nenhum empresário. Por isso não se preocupe: é normal você está perdido nesse momento. 

O mercado de moda sofre ainda mais com os efeitos da quarentena pois o consumo do produto está ligado diretamente ao processo de escolha das peças, da montagem das vitrines, do toque e do encantamento em experimentar cada item antes de comprar. Com o fechamento do comércio e shoppings, manter a experiência do consumo ficou bem mais desafiadorAlém disso, o setor enfrenta a perda no apelo de compra, já que neste momento de crise a moda se torna um consumo considerado não essencial se comparado à alimentação, saúde, entre outros.

Parece um filme de terror? Se você chegou até aqui já mostrou que está no grupo de quem vai vencer essa crise e que uma boa frase para o momento é: se você tá com medo, vai com medo mesmo! Confira aqui dicas de como seguir com o seu negócio apesar da crise  

Antes de continuar, é importante entender que crises tem três princípios básicos:

1. Toda crise traz um risco para o negócio. Esse risco pode ser ainda maior para pequenos negócios de moda, que trabalham com compras por coleção, onde os produtos rapidamente ficam obsoletos (fora de moda, literalmente!) e o giro de estoques é fundamental. Como o cenário muda rapidamente é importante estar atento e entender que provavelmente será necessário adequar o seu negócio.

2. Crises exigem decisões rápidas. Quanto mais rápido você toma decisões e quanto mais acertadas elas forem, menor o risco que seu negócio corre num momento como esse. O que fazer com os colaboradores? Como lidar com as contas e os estoques? Como rever meu processo de vendas? Nada é mais importante agora que conhecer alternativas, decidir e agir.   

3. Crises acabam. Elas passam. Pode não parecer, mas em algumas semanas as coisas vão se normalizar. É importante lembrar que crises em geral trazem grandes oportunidades para quem consegue atravessá-las, guarde essa frase.

Assim, adequar o seu negócio, com rapidez e agilidade, acompanhando de perto cada mudança e cuidando do relacionamento com seus clientes, é sua tarefa de casa nessa quarentena e sua chave para as oportunidades que virão pós-Covid-19.

Quando se fala em adequar o negócio, a primeiro processo que dói à cabeça (em geral) é: como fazer para continuar vendendo? Será que venda online é uma opçãoMas só tenho loja física? Preciso criar um e-commerce?  

A primeira resposta: SIM! Os canais digitais podem ser uma super ferramenta de vendas não apenas nesse período, mas podem se tornar um excelente ponto de contato, vendas e relacionamento com seus clientes além da crise. Aproveitar esse cenário não só para estruturar suas vendas online, mas para estudar as melhores opções pode te ajudar a vender agora e depois.   

A segunda resposta: NÃO! Você não precisa investir tempo e recurso para estruturar uma loja virtual nesse momento! Existem algumas opções que podem te dar velocidade (lembra lá das decisões rápidas?!), garantir sua presença digital - ou seja, a sua presença no dia a dia dos seus clientes - e alavancar suas vendas.   

Confira algumas dicas de como vender online sem ter um e-commerce. Esse conteúdo é tão amplo que foi dividido em duas partes pra você! Acompanhe as ideias abaixo e transforme as vendas digitais na grande oportunidade dessa crise! E não deixe de conferir a Parte 2!

Parte 1 - Redes sociais: Instagram e WhatsApp

A venda por meio das redes sociais não é novidade, mesmo antes da crise já era o principal canal de vendas para muitas marcas. É possível utilizar várias delas de forma comercial, mas para negócios de moda a mais indicada hoje é o Instagram. Além de ser uma rede social com forte apelo visual, tem grande audiênciaconteúdos e consumidores de moda. Combinada com o WhatsApp são ferramentas poderosas de presença, relacionamento e vendas para marcas e empresários.  

Se você é uma marca e já está no mercado, provavelmente já possui uma conta no Instagram. Se ainda nãoé bem fácil criar a sua e coloque o nome de sua empresa, mas antes leia esse post até o final!  

Conta criada, considere que ela é sua loja e seu perfil é sua marca. Parabéns, você acaba de criar um canal de vendas online! Para começar a movimentar sua marca via Instagram vale as dicas abaixo:

Dica 01 - Transforme seu perfil em “perfil comercial”

Muita gente não sabe, mas em 2016 a rede social permitiu a criação de contas comerciais com a finalidade de diferenciar um perfil pessoal do perfil de uma empresa, oferecendo também outras funcionalidades que podem te ajudar na gestão do seu negócio. Além disso um perfil comercial já mostra para o público que sua empresa tem uma postura profissional e busca oferecer o melhor tipo de atendimento — com todos os recursos disponíveis na ferramenta. 

Se você ainda não tem um perfil comercial, pode cria-lo agora! Esses sites dão o passo a passo de como fazer:

Dica 02 - Tenha uma Bio inteligente

bio é aquele espacinho no topo do aplicativo que traz informações sobre o seu perfil e a sua marca. É o espaço que deve comunicar ao visitante qual é o seu negócio e quais os seus diferenciais. Ela deve ser interessante a ponto de convertê-los em seguidores e em futuros clientes.  A bio é o primeiro ponto de contato do seu visitante antes do seu feed. Por isso é super importante você dizer claramente quem você é!  

Quer saber mais sobre como construir uma bio de sucesso? Veja esse vídeo da Camila Renaux, que fala super bem sobre esse assunto.

Dica 03 - Seu feed é sua vitrine!

No mundo da moda a vitrine é uma das principais ferramentas de atração clientes para dentro das lojas. No Instagram não é diferente. Se sua conta é sua loja e seu perfil é sua marca, seu feed é sua vitrine.  

É importante que os negócios de moda que desejam investir no Instagram mantenham seu feed com fotos de qualidade dos seus produtos, além de outros conteúdos que possam apoiar as vendas. 

Dicas quentes:

  1. Mostre fotos das araras, do seu espaço físico, para que o/a cliente perceba que o seu negócio é estabelecido além das redes sociais, e, se ele desejar, é uma opção o atendimento presencial também (dica para quando acabar o isolamento social).

  1. Mostre fotos de looks completos, mostrando que sua loja tem uma curadoria de estilo e busque com isso alavancar o tíquete médio – ou seja, o número de peças vendidas por cliente. Faça parcerias com consultoras de imagens que possam te ajudar a montar os looks e ofereçam conteúdo no seu perfil e em troca da divulgação do seu trabalho.

Use modelos reais nas suas fotos! Evite pegar fotos de modelos na internet usando as mesmas roupas. Por mais que seus fornecedores possam ter fotos super elaboradas com roupas que você também vende, em geral, elas não representam a identidade da sua marca. Utilizar as fotos de fornecedores pode deixar o seu feed sem identidade e desconectado do que você oferece.

Não é necessário contratar modelos, mas é interessante que suas clientes conheçam a modelagem do produto, o caimento, o comprimento das peças. Lembrem-se: elas não estão tocando nas roupas, por isso, o máximo de informações que puder passar por meio da foto é ideal. Por isso é momento de você entrar na frente das câmeras ou convidar uma amiga, uma tia, uma sobrinha, para ser sua garota ou garotas propaganda!

Quer saber mais sobre como construir um feed harmônico e organizado? Veja esse vídeo da Camila Renaux, que fala super bem sobre esse assunto.

Dica 04 - Produza conteúdo

Essa é a dica do milhão! A finalidade das redes sociais, seja ela qual for, é a conversa, o bate papo, a troca de informações e interação entre as pessoas. Por isso, só a venda de produtos não é suficiente para manter seu canal interessante e acessado. A criação de bons conteúdos se tornou algo muito importante e, hoje, é uma das estratégias indispensáveis para se ter sucesso na internet.

Trazer dicas úteis para seus clientes é uma boa forma de produzir conteúdo complementar no seu canal. Seu perfil está disponível para os seus seguidores 24 horas por dia, 7 dias na semana, por isso nem sempre eles vão acessar o seu espaço para comprar. Ter informação interessante e de qualidade é fundamental para manter um cliente sempre presente que lembrará da sua marca no momento da compra.

Que tipos de conteúdo eu posso oferecer no meu canal de moda?

  1. Tendências, cores e modelos da temporada

  1. Dicas sobre organização de guarda-roupas e closets

  1. Dicas sobre a lavagem e armazenagem de peças delicadas

  1. Dicas de montagem looks para diversas ocasiões

  1. Notícias do mundo da moda

  1. Dicas sobre o universo do seu público: dicas sobre o universo feminino, infantil, praia, fitness, masculino – de acordo com os produtos que você venda 

Ponto importante é que nem sempre você será o gerador de todo esse conteúdo, até porque alguns deles exigem a presença de um profissional qualificado para entregar informação de qualidade. Faça parcerias! Personal stylists, maquiadores, consultores de imagem, personal organizers e muitos outros podem ser parceiros na construção dos temas. Ele ganha visibilidade e autoridade no Instagram e você um conteúdo de qualidade e mais seguidores.  

É importante saber também que o modelo de textos no Instagram são textos curtos. Se você gostar da ideia e quiser escrever mais direcione seus seguidores para outros canais, um blog, site, LinkdIn ou outros.

Dica 05 – Abuse dos stories, vídeos, lives e destaques para apresentar os seus produtos 

A geração de conteúdo não deve ser explorada só no feed, na verdade uma das grandes ferramentas de engajamento no Instagram são os Stories. Por ser de rápido consumo e ter um apelo visual incrível, os Stories te ajudam a captar rapidamente a atenção do público e opinião deles sobre determinado assunto.  

Disseminar conteúdos por meio de vídeos faz muito sentido no Instagram. Você pode utilizar vídeos tanto no feed (no máximo 1 minuto), no stories ou num espaço específico do Instagram, que é o IGTV. Hoje os vídeos são a maneira mais eficiente de trazer engajamento e atenção para a sua marca. Seus clientes se identificam primeiro com o que você fala e depois com o que você vende. Explore essas ferramentas!  

Confira a diferença entre Feed e Stories e se prepare para a sua produção de conteúdo. 

E conheça outras formas de trabalhar com vídeos e stories no Instagram nesse vídeo.

Vendas por WhatsApp

Além de utilizar seu Instagram como vitrine para os seus produtos e ponto de contato com os seus clientes, uma forma de potencializar esse canal de vendas é utilizar o WhatsApp ou o Telegram para aproximar ainda mais esse relacionamento. Você pode distribuir os conteúdos também por WhatsApp por meio de listas de transmissão, grupos ou formar um grupo da sua marca no Telegram.

A vantagem do Telegram em relação ao WhatsApp é que ele permite grupos para um número maior de pessoas. Enquanto um grupo de WhatsApp tem o limite de 256 membros, no Telegram são permitidos até 200 mil integrantes. Via Telegram é possível que você utilize também as famosas enquetes, as mesmas que o Instagram possui para movimentar as suas redes. A venda por esses canais deve ser a mais direta e facilitada possível. Por isso, é importante que suas peças sigam com os valores e formas de pagamento, as promoções devem ser anunciadas logo de início, o que chama a atenção de seus clientes para explorar os conteúdos.

Gostou das dicas? Agora que você já conhece os primeiros passos para começar suas vendas no Instagram saiba que tem mais oportunidades no mundo digital antes de abrir o seu e-commerce.

 

Agora, confira a Parte 2 - "Como vender online através de Marketplace".

 

Escrito por Anny Pricylla Santos, colaboradora do Sebrae Nacional.
Foto de Maddi Bazzocco no Unsplash.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora