VENDA VAREJISTA

Moda plus size: explore este nicho de mercado

Demanda para tamanhos grandes cresce a cada ano. Saiba como se planejar para ganhar mais com este segmento.

  • Entenda o cenário

O mercado de moda plus size está aquecido pela demanda trazida por clientes exigentes, que buscam sofisticação e qualidade e fogem do tradicional. 

Esse nicho, também chamado de tamanhos grandes ou especiais, atende um público que usa roupas acima do tamanho 44. O foco são homens e mulheres, jovens e adultos, que não querem apenas vestir uma roupa que atenda ao seu manequim, mas, sobretudo, ressaltar seu estilo e beleza por meio do uso de roupas e acessórios da moda.

Segundo dados da Associação Brasileira do Vestuário (Abravest), o mercado plus size cresce 6% anualmente e movimenta cerca de R$ 5 bilhões. Esse percentual corresponde a cerca de 300 lojas físicas e aproximadamente 60 virtuais. A expectativa, segundo a associação, é de um crescimento de pelo menos 10% ao ano.

Assim, o segmento representa uma oportunidade para os pequenos negócios e exige uma compreensão sobre o público, suas necessidades, anseios, percepções e comportamentos.

Entenda o cenário
  • Invista no negócio

Segundo dados do Ministério da Saúde, mais da metade da população brasileira, 52,5%, está acima do peso. O percentual de pessoas acima de 18 anos com obesidade é de 17,9%.

Os números comprovam que há um público potencial a ser conquistado com os investimentos no comércio de moda plus size.

A situação é considerada, em termos de saúde, como algo negativo e, por isso, já há várias ações governamentais e privadas de combate ao excesso de peso e obesidade. Por ser uma realidade difícil de ser revertida a curto prazo, é preciso atender a esta população em todas as suas necessidades, entre elas, o setor de vestuário.

Invista no negócio
  • Entenda o cenário
  • Saiba Mais

Para entender quem são seus clientes, concorrentes, fornecedores e quais as chances de sucesso do empreendimento, elabore um plano de negócio. Pesquise também a demanda em sua região.

Decida o produto que vai oferecer, de peças masculinas a femininas, lingeries, moda praia a acessórios, como cintos, colares, pulseiras e bolsas. Fique por dentro das tendências e procure fornecedores que trabalhem especificamente com esse público.

Crie estratégias de vendas para conquistar e fidelizar o consumidor. Capacite-se para melhorar as vendas. Para isso, conheça o curso a distância do Sebrae sobre como vender mais e melhor.

Pense na internet como possibilidade de investimento e aposte no e-commerce. Esteja por dentro do que diz a legislação. Conheça o site do Inmetro, que disponibiliza informações sobre a etiquetagem de produtos têxteis.

Informe-se sobre as linhas de financiamento para aprimorar as tecnologias do negócio, como a Finep – Inovação e Pesquisa e o BNDES Inovação. Entre as possibilidades estão a aquisição de tecnologia, desenvolvimento de software, treinamento e participação em feiras e eventos.

Conquiste o cliente

Para alcançar seu público-alvo, busque diferenciais e tenha em mente que a moda plus size não deve ter o objetivo de disfarçar o excesso de peso, mas valorizar partes do corpo e deixar o cliente por dentro das tendências do mercado. Confira outras dicas:

  • Ofereça produtos que possuam um bom caimento, proporcionem conforto e que estejam dentro das tendências da moda. Corte e caimento devem valorizar curvas e esconder imperfeições.
  • Aposte em peças com rendas, brilhos, cores e modelos que estão na moda. Cada vez mais bem resolvidas, mulheres deste nicho querem peças com mais charme.
  • Ofereça serviços de moda e estilo para os clientes, como, por exemplo, ter à disposição um personal stylist.
  • Conheça o comportamento do consumidor de moda plus size e crie formas de identificar as demandas deste público.
  • Esteja atualizado quanto às tendências de moda: assine revistas especializadas, acesse blogs e sites de referência e siga, nas suas redes sociais, pessoas, empresas e instituições que tragam estas informações.
  • Participe de feiras do segmento como o Fashion Weekend Plus Size, evento que reúne grandes marcas especializadas duas vezes ao ano em São Paulo.
  • Segmente seu público e monte um mix de produtos direcionados. Como exemplo: jovem, feminino, masculino, infantil, casual, festa, fitness, etc.
  • Treine bem os vendedores para atenderem de forma diferenciada este público que exige atenção especial.

Casos de sucesso

Inspire-se em marcas populares que desenvolveram coleções próprias plus size. É o caso da Marisa, com a linha “Especial para você”, a C&A, com a “Special for You” e a Malwee, com “Grandes Abraços”.

Duloren, primeira marca de lingerie a apostar nesse público com o slogan “Gostosa demais para usar 38”, obteve resultados surpreendentes e, atualmente, os tamanhos grandes correspondem a 50% do faturamento.

As pequenas e médias empresas também desfrutam do sucesso desse nicho de consumo. A marca paulista Kauê, após 24 anos, começou investindo em roupas de tamanhos maiores para mulheres mais velhas e logo, após cobrança, tiveram que atender, também, o público mais jovem. Hoje, a empresa possui confecção própria, 13 lojas e um e-commerce.

Saiba Mais
  • Invista no negócio

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: