this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Tue Mar 10 16:19:35 BRT 2020
Mercado e Vendas | ENCADEAMENTO PRODUTIVO
Estruturação para o encadeamento produtivo do petróleo e gás no Amapá

Projeto preparatório para futura atuação em encadeamento produtivo tendo como âncoras grandes empresas petrolíferas.

· 19/11/2015 · Atualizado em 10/03/2020
Imagem de destaque do artigo
Objetivo do projeto

Rede de Aprendizagem

Articulação e fortalecimento de rede empresarial e/ou institucionais voltadas a promoção de cooperação competitiva. Apoio na realização de curso de especialização e disseminação de informações sobre petróleo e gás

2. Inteligência Competitiva

Realização de estudos, mapeamentos e informações qualificadas que subsidiem a atuação do Sebrae/Ap e parceiros no setor de petróleo. 

3. Participação em feiras e eventos

Participação em feiras e eventos especializados sobre petróleo e gás e realização de visitas de intercâmbio de experiências comerciais e  tecnológicas em outros territórios que possuam atuação desenvolvida frente ao setor.

Coletar informações e gerar conhecimentos que permitam à Unidade  e a parceiros estratégicos o entendimento da dinâmica de atuação frente à cadeia produtiva do petróleo e gás no Estado para subsidiar a atuação no setor.

Como funciona

O projeto funciona através de articulações e ações desenvolvidas pelas instituições que compõem a Rede Petrogás Amapá. Através de reuniões periódicas são definidas e aprovadas  as ações a serem executadas.

As participações em feiras e eventos ocorrem com a adesão e indicação de representantes das instituições da Rede.

O Sebrae é responsável pela Secretaria da Rede Petrogás e realiza as articulações, mobilizações e convites para participação nas ações do projeto.

Para subsidiar a atuação, o Sebrae mantém equipe de consultores técnicos especializados, além de uma gestora designada para representar a instituição.

Como participar

Sempre que integrantes da Rede Petrogás identificam novas instituições que devem participar, são enviados convites para participação nas reuniões. Com a vinda, passam a integrar o mailing da Rede e são chamados para as próximas ações.

A intenção é manter uma rede colaborativa permanente, que discuta, defina e implemente ações preparatórias para a possível implantação no Estado de atividades de produção de petróleo. 

Para participar os interessados devem enviar solicitação ao Sebrae através de carta ou email para a técnica Lindeti Ferreira lindeti@ap.sebrae.com.br

Mais informações

Não há certeza se haverá a implantação de uma cadeia produtiva de petróleo no Estado do Amapá. Porém, caso isso se confirme será a longo prazo.

A motivação do projeto é de agir proativamente e fazer o que pode ser feito de modo a preparar o Estado para essa nova realidade caso se efetive.  

A temática de petróleo é algo muito novo e requer um esforço interinstitucional no sentido de buscar o melhor entendimento sobre a temática.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado