this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Mon Feb 10 10:58:38 BRT 2020
Mercado e Vendas | ESTUDO DE MERCADO
Por que investir no Amapá

Investir no Amapá é apostar em um Estado que sinaliza negócios altamente promissores.

· 11/10/2017 · Atualizado em 10/02/2020
Imagem de destaque do artigo

Fique de olho! O empreendedor que busca onde investir encontrará no Amapá um mercado em ascensão e com inúmeras oportunidades.

As principais razões que justificam os investimentos no Amapá são: 

  • Reestruturação da política atual visando moralização de processos;

  • Entorno da cadeia logística que está sendo desenhada com economia aquecida;

  • Ótimas possibilidades de escoamento da produção;

  • Políticas de incentivos atraente. 

Uma boa opção de investimento no Amapá é o comércio, com localização privilegiada em relação a sua posição geográfica, oferece grandes chances de relações comerciais com a América Central, América do Norte e a Europa.

Entretanto, o ponto de destaque está nas práticas sustentáveis de exploração de recursos naturais, que apresentam excelente potencial lucrativo, ainda mais agora, alavancados pela regulamentação da Zona Franca Verde e os benefícios fiscais oferecidos.

Nesse sentido, o governo do estado vem implementando ações que visam promover o aproveitamento de nossas riquezas de forma racional e sustentável, sendo uma das estratégias priorizadas a implantação da Zona Franca Verde.

Criada através da Lei 11.898, de 08 de janeiro de 2009, implantada nos municípios de Macapá e Santana (nos mesmos limites da ALCMS), constituída por um conjunto de incentivos fiscais, locacionais e financeiros, para o beneficiamento industrial dos recursos e matérias-primas regionais de origem florestal, pesqueira, agropecuária e mineral.

Os investidores têm um grande mercado a ser explorado utilizando as matérias-primas que a biodiversidade local oferece, como o açaí, o dendê, o cupuaçu, entre outros.

Abaixo listamos para você as principais áreas com maior potencial para investimentos:

  • Produção de sucos e conservas de frutas tropicais;

  • Produção de óleos vegetais;

  • Produção de ração animal;

  • Pesca industrial;

  • Produção de madeiras, móveis e briquetes;

  • Mineração;

  • Siderurgia;

  • Produção de silício metalúrgico;

  • Industrialização de rochas ornamentais e de revestimento;

  • Produção de tintas;

  • Produção de borrachas;

  • Produção de propantes para as indústrias de óleo e gás;

  • Produção de vidros planos e para recipientes.

  • Indústrias de minerais não metálicos;

  • Setor moveleiro;

  • Psicultura;

  • Pesca Extrativa;

  • Amido de mandioca;

  • Palmito de pupunha;

  • Óleo de dendê;

  • Castanha-do-brasil.

Indústria da Biodiversidade

É um dos grandes desafios na Amazônia é acionar suas imensas potencialidades de forma a transformá-la numa alavanca importante do desenvolvimento, sem comprometer em nada as suas funções ambientais e climáticas, ou seja, explorar o trinômio biodiversidade de biomassa biotecnologias.

É otimizar em sistemas industriais o aproveitamento das diferentes biomassas para obter produtos como: alimentos humanos, rações animais, insumos industriais, fármacos, entre outros.

O Amapá tem um papel fundamental nesta estratégia de desenvolvimento sustentável tendo em vista que grande parte do território do Estado (70%) é coberto pela Floresta Amazônica, praticamente intacta.

Essa informação foi útil? ficou interessado em investir no Amapá?

Aprofunde mais seus conhecimentos sobre esse assunto conosco, aproveite e agende uma de nossas consultorias.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado