FRANQUIA

Marketing aplicado ao franchising

Uso de novas tecnologias e planejamento estratégico contribuem para o sucesso da marca e aumento da competitividade

Uma clara e assertiva definição do posicionamento estratégico adotado por uma rede franqueadora é elemento fundamental para o êxito de uma marca. Especialistas dizem que “uma marca não é apenas uma marca, mas deixa uma marca”. As pessoas precisam sentir-se emocionalmente conectadas com ela; que deve fazer parte de suas vidas.

Saunda Kitchen afirma que “as pessoas não compram a marca, compram as pessoas que compõem a marca”. Portanto, é necessário que haja engajamento e que todos os colaboradores estejam comprometidos em agregar valor em produtos e serviços a benefício do cliente, além de criar uma experiência diferenciada de compra.

Perguntas simples, porém indispensáveis, devem ser aplicadas para se alcançar um excelente posicionamento mercadológico: o que sua marca oferece? A quem sua marca atende? Quais são os três diferenciais que possui?

Observe a consistência e o significado das respostas. Construa seu posicionamento considerando a entrega de valor exclusiva que seus clientes buscam.

Somente assim uma marca não deixará que o ponto de similaridade com as demais concorrentes seja o seu ponto de diferenciação. Por exemplo, a Sanka, marca de café, decidiu não somente oferecer o melhor café, mas um produto sem cafeína para “não aborrecer você”.

Este é um fator de exclusividade que sustenta a identidade da marca. Convém considerar que os clientes serão sempre mais espertos que nós mesmos.

O cliente compara, critica, espera ser consultado e ouvido constantemente. Ele aguarda uma postura proativa de uma marca, sustentada pela inovação, flexibilidade, engajamento e responsabilidade social.

Um bom caminho é criar um posicionamento global, para dar consistência à marca, o que não significa que não se possa fazer algo diferente, localmente, mas a mensagem central dever ser claramente identificada.

O web site da empresa tem que ser bem desenvolvido e oferecer conteúdo. Tenha uma ou duas histórias para contar em seu site, ou mesmo em seu blog, semanalmente, para torná-lo interessante, gerar tráfego e atrair leads, que são os potenciais compradores de uma franquia da rede.

Investir em ferramentas como o Google Adwords favorece a visibilidade do seu site. Segundo Todd Rowe – Diretor Global de Canais de Vendas da Google, “se não tivermos uma forte presença online, estaremos deixando dinheiro sobre a mesa”.

Há outras ferramentas do Google que são de uso estratégico, como o Google Now, com opção para download no Iphone. Pode-se fazer uso, também, da segmentação digital, realizada por IP e pelo GPS.

É preciso conhecer e aplicar essas possibilidades. Pense que seu concorrente o fará, ou talvez, já esteja fazendo uso desses recursos.

Os franqueados precisam auxiliar no controle das mídias sociais em suas diversas modalidades, para saber o que está acontecendo com fornecedores, franqueados e clientes. Softwares como Satmetrix e Franconnect são ferramentas que auxiliam na gestão de mídias sociais, favorecendo a tomada de decisão e a implementação de ações eficazes. Há também sites para mensurar a reputação das marcas, como reputation.com.

A interatividade é um forte diferencial. No entanto, a resposta ao conteúdo postado é mais importante do que o número de seguidores. As faculdades não nos ensinam a ter paixão por uma marca. Essa é uma missão que cabe à marca: criar paixão e engajamento. Para isso, é necessário uma combinação de inteligência e emoção.

Antônio Augusto Gonçalves de Abreu
Analista do Sebrae Minas 

Como elaborar um plano de marketing

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: