this is an h1

this is an h2

Mon Aug 01 16:40:47 BRT 2022
Pessoas | GESTÃO DE PESSOAS
Inteligência emocional: a habilidade mais buscada do momento

Quando sabemos controlar as nossas emoções, fica mais fácil enfrentar os desafios do dia a dia organizacional.

· 01/08/2022 · Atualizado em 01/08/2022

A inteligência emocional é considerada uma habilidade de monitorar nossas emoções e nossos sentimentos. A partir disso, é possível regular e reconhecer emoções em nós mesmos e nos outros.

Essa também é uma característica fundamental para os empreendedores. Isso porque eles conseguirão enfrentar melhor os desafios diários de trabalho, de forma consciente e sem agir apenas com a emoção do momento, mas de forma responsável e coerente. 

Quer entender melhor sobre a inteligência emocional? Então, confira todos os tópicos que elaboramos para você ao longo do artigo e entenda melhor sobre a habilidade mais buscada do momento. Boa leitura!

Como desenvolver a inteligência emocional e aplicar ao empreendedorismo?

Desenvolver a inteligência emocional deve fazer parte do dia a dia de qualquer gestor que deseja ser bem-sucedido. Para entender como você pode fazer isso, continue a leitura!  

Fuja das emoções negativas

As emoções negativas fazem parte da vida de todas as pessoas. Contudo, você pode trabalhar esse processo dentro de si para que elas não tomem conta da sua vida constantemente. Isso significa que, sempre que passar por uma situação de frustração no seu negócio, tente pensar em soluções para mudar o problema, em vez de ficar reclamando o tempo todo sobre o que não foi feito.

Quando você pensa em soluções em vez de problemas, as emoções negativas tendem a se transformar em aprendizado e momentos de reflexão. Isso pode abrir portas para você entender melhor sobre formas de otimizar os processos organizacionais da sua companhia. Assim, o que antes era negativo transforma-se em algo positivo, evitando que as frustrações limitem-no de seguir adiante rumo ao progresso do seu negócio. 

Essa é uma ótima oportunidade de garantir uma melhor satisfação pessoal. Da mesma forma, conseguirá evitar problemas de relacionamento com os demais colaboradores no ambiente empresarial.

Observe seu comportamento

Outra dica que pode ajudar você a trabalhar a inteligência emocional é prestar atenção às suas atitudes rotineiras, não só da vida pessoal, mas da vida profissional. É preciso que observe suas ações, seus gestos, sua forma de falar com as pessoas, o tom de voz, as expressões utilizadas, entre outras características que demonstram como você encara as diferentes situações do seu cotidiano.

Entender como é o seu comportamento faz parte de compreender melhor sobre sua personalidade. Além disso, essa percepção também permite que você comece a fazer uma autoanálise sobre os pontos positivos e aqueles que precisam ser melhorados. 

Por exemplo, com essa percepção, poderá acabar constatando que o tom de voz que utiliza com as pessoas soa arrogante e intimidatório, fazendo com que os colaboradores da empresa enxerguem-no como um chefe carrasco e autoritário. A partir disso, poderá trabalhar melhor a inteligência emocional para conseguir mudar o comportamento diante da equipe.

Dessa forma, as pessoas começam a enxergar você como um empreendedor mais amigável e que tem empatia pelos trabalhadores da companhia. Isso faz aumentar a motivação dos funcionários na realização de suas atividades, como também aumenta a satisfação dos profissionais com a organização na qual atuam. 

Domine suas emoções

Ao longo do nosso dia, passamos por diversas situações que testam nossas emoções. É um colaborador que não entrega o trabalho no prazo, um fornecedor que envia um produto de baixa qualidade, o cliente que não realiza o pagamento na data certa, entre outras situações. A partir desses e de outros momentos, o gestor se vê, muitas vezes, sem saída e acaba “explodindo”. Para evitar que esses sentimentos de frustração tomem conta do cotidiano, é preciso que trabalhe o seu cérebro para agir de forma inteligente.

Se tiver algo que não agradou, chame a pessoa envolvida na situação e tenha uma conversa franca, mas sem se exaltar. Diga quais são os seus pontos de vista, junto dos argumentos, de forma amigável, a fim de que seja possível encontrar a melhor solução para o problema que está sendo enfrentado.

A partir do momento em que você conta para outra pessoa o que o tem afligido, é possível ajustar os pontos da melhor forma possível. Também evitará guardar emoções que o façam explodir e perder o controle em um momento futuro.

Quando você consegue ter hábitos saudáveis e controlar as emoções incapacitantes, a vida tende a se tornar mais serena e prazerosa. Além disso, conseguirá evitar problemas de saúde futuros que comprometam o bem-estar diário. 

Tenha autoconfiança

Durante sua jornada empreendedora, é preciso que você defina os objetivos e as etapas que deseja trilhar para o sucesso empresarial. Mas, para que isso seja possível, é fundamental que conheça os seus pontos fortes e fracos e trabalhe constantemente para aprimorá-los. Isso é viável por meio da autoconfiança.

Quando você tem confiança em suas atitudes, o cérebro começa a trabalhar com maior potencial. Ou seja, toma-se decisões mais conscientes, de forma que consiga enfrentar os obstáculos que surgem, sem temer as consequências negativas.

Por isso, quando se consegue acreditar nas próprias habilidades e no seu potencial profissional, fica mais fácil fortalecer a ideia de que você é a peça principal para gerenciar as situações de crise do seu empreendimento e superá-las da melhor forma possível.

Então, sempre que possível, busque fazer uma autoanálise de suas qualidades. Isso servirá de combustível para conseguir levantar o negócio de maneira satisfatória. Da mesma forma, conseguirá ter uma melhor satisfação pessoal e profissional, garantindo mais qualidade de vida. 

Saiba receber e dar feedbacks

Outra característica de quem tem inteligência emocional é saber receber e dar feedback. Nesse momento, é preciso enxergar a situação pelo lado profissional, e não de forma pessoal. Isso porque é notado que muitos comportamentos e opiniões das pessoas dizem mais sobre elas mesmas do que sobre você.

Então, tente ter uma boa comunicação com sua equipe, de modo que possa manter um bom diálogo com todos que atuam no ambiente organizacional. A partir disso, você pode ter uma conversa franca sobre como está sendo desempenhado o papel de cada profissional, apontando os pontos positivos e aqueles que precisam ser otimizados. 

Nesse mesmo momento, também poderá perguntar ao colaborador o que ele tem achado das ações que você tem executado na empresa. Outra opção é abrir uma caixa de sugestões anônima, para que o seu time possa expor os seus pensamentos sobre as melhorias que precisam ser implementadas no negócio.

Quais são as vantagens de desenvolver a inteligência emocional?

Agora que você já sabe como desenvolver a inteligência emocional e aplicar ao empreendedorismo, trouxemos as principais vantagens de desenvolver essa habilidade. Entenda melhor a seguir!

Consciência emocional

Quando se tem consciência emocional, o empreendedor não age sem pensar. Todos os passos que ele dá na organização são planejados de forma estratégica. Assim, quando ele for falar com o colaborador da companhia, terá todo o cuidado para usar as palavras certas. Isso evita que haja ruídos na comunicação ou desentendimentos que afetem o bem-estar organizacional.

Gerenciamento da emoção da equipe

Um empreendedor que sabe controlar suas emoções também tem mais facilidade para gerenciar essa habilidade em sua equipe. Isso porque ele conseguirá enxergar as situações de forma ampla, entendendo todo o contexto da situação antes de fazer um pré-julgamento sobre quem tem razão em determinada situação. 

Comunicação rápida e eficiente

Ter uma comunicação rápida e eficiente e sem rodeios é um dos benefícios de quem possui uma boa inteligência emocional. O gestor com essa habilidade não costuma ficar de rodeios para conseguir aquilo que deseja. Ele vai direto ao ponto, ou seja, é objetivo e diz tudo que é necessário para que o trabalho seja realizado corretamente, mas sempre de forma empática e atenciosa. 

Ajuda para fechar mais negócios

Quando o empreendedor tem inteligência emocional suficiente, é possível fechar os negócios com mais facilidade. Isso porque ele saberá usar as habilidades comunicacionais certas para encantar os clientes que desejam adquirir os produtos/ serviços do seu empreendimento.

Conquista de melhores resultados

Outra vantagem da inteligência emocional é o fato de conseguir garantir melhores resultados a longo prazo no seu negócio. Quando você consegue ter o controle sobre os seus pensamentos e ações, fica mais fácil achar o caminho correto para solucionar os desafios diários. Assim sua equipe fica mais engajada na resolução dos problemas, e, consequentemente, a empresa consegue crescer de forma satisfatória. 

Como você pôde perceber, saber desenvolver a inteligência emocional é fundamental para quem tem um negócio. Isso porque, por meio dela, conseguirá gerenciar as emoções da equipe, ter uma comunicação rápida e eficiente, fechar mais negócios, ter uma melhor consciência emocional e conquistar os melhores resultados organizacionais. 

Contudo, para que isso seja possível, não se esqueça de fugir das emoções negativas, observar o seu comportamento, dominar suas emoções, ter autoconfiança, além de saber receber e dar feedbacks. Ao fazer isso, ficará mais fácil alcançar o sucesso profissional que tanto deseja. 

Agora que chegamos ao fim de mais um artigo, não deixe de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de mais assuntos que vão ajudar você a otimizar as estratégias do seu negócio. Combinado?


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora