PADRONIZAÇÃO DE PROCESSO

Sebrae e ABNT facilitam o acesso a normas técnicas

Convênio conscientiza o empresário sobre o uso e importância da norma técnica como ferramenta de competitividade e qualidade para o negócio.

A empresa que aplica as normas técnicas só tem a ganhar. O conhecimento de práticas, requisitos e padrões que representam o consenso das empresas e especialistas que integram a cadeia produtiva de um segmento ou produto pode trazer muitos benefícios para sua empresa.

Com sua aplicação, é possível promover melhorias e inovações nos processos, produtos e serviços, que se tornam um grande diferencial para atrair novos consumidores e aumentar a vantagem competitiva da empresa. Tudo isso gera mais valor ao negócio.

Engana-se quem pensa que as normas técnicas só são importantes para grandes empresas. Uma microempresa ou empresa de pequeno porte que se preocupa com a qualidade e investe em conhecimento diminui as chances de erros, melhora processos, entre outros benefícios que as normas técnicas trazem para aumentar suas chances de sucesso.

As normas devem ser encaradas como um grande investimento para sua empresa.

Todo o esforço da parceria entre Sebrae e ABNT visa dar apoio aos pequenos negócios para, através da normalização técnica, melhorar seus processos de forma a alavancar sua competitividade. Acompanhe a oferta desse apoio visitando regularmente o site da ABNT/Página MPE e aqui no portal do Sebrae.

 

Produtos e serviços

Além dos produtos e serviços já oferecidos, a parceria possibilitou a implementação de:

  • Descontos aos pequenos negócios na participação dos cursos oferecidos pela ABNT;
  • Maior visibilidade dos documentos de normas e de informações sobre a normalização, através de novos meios de acessibilidade;
  • Criação da categoria pequenos negócios na premiação ABNT de excelência em normalização;
  • Eventos de lançamento de normas técnicas e workshop internacional visando a troca de experiências e o alinhamento de atividades desenvolvidas nacionalmente com aquela praticada em outros países;
  • Participação em feiras de negócios e salões do empreendedor;
  • Oficinas para identificação e qualificação de demandas de normalização em setores específicos;
  • Desenvolvimento de projetos de normas técnicas, com participação de representantes de pequenos negócios;
  • Participação de representantes do Brasil em comitês internacionais de normalização de interesse dos pequenos negócios;
  • Elaboração de guias de uso e aplicação de normas técnicas;
  • Desenvolvimento de solução de consultoria tecnológica para orientar os pequenos negócios na aplicação de normas técnicas;
  • Estudos setoriais para avaliação do potencial de aplicação de normas técnicas por pequenos negócios;
  • Realização de estudos sobre tendências de normalização;
  • Disponibilização de coleções setoriais para acesso gratuito por pequenos negócios;
  • Produção e publicação de gibis;
  • Criação de curso a distância direcionado a pequenos negócios.

Saiba mais

Acesse outros conteúdos com informações sobre normas técnicas.