this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Tue Apr 06 11:10:14 BRT 2021
Mercado e Vendas | CLIENTE
7 técnicas de relacionamento para divulgar o seu trabalho

Mostraremos sete técnicas de relacionamento com o paciente às quais você deve atentar, entre outros aspectos bastante relevantes sobre o assunto.

· 06/04/2021 · Atualizado em 06/04/2021
Imagem de destaque do artigo

Construir um bom relacionamento com o paciente é o ponto-chave para ter sucesso em uma clínica ou em um consultório. Além de preservar um cliente, esse processo também contribui para a divulgação de um negócio.

O popular marketing boca a boca é uma das mais poderosas e eficientes estratégias de divulgação. Ele é alcançado por meio do bom relacionamento com todo paciente que entra e sai do seu estabelecimento.

Pensando na importância do assunto, nós resolvemos escrever este artigo.

Os pontos positivos do bom relacionamento com o paciente

Inicialmente, destacaremos os pontos positivos que podem ser conquistados com o bom relacionamento com o paciente. Veja quais são a seguir!

Fidelização do paciente

Inicialmente, temos a fidelização. Esse processo significa manter uma pessoa fiel ao seu estabelecimento. Ou seja, implementar na mente do paciente que o seu empreendimento é o melhor em termos de qualidade no atendimento e no serviço.

A fidelização faz com que a pessoa não pense em mudar de profissional ou buscar outro consultório. Assim, sempre que ela necessitar dos procedimentos realizados pela sua unidade, ela se lembrará de você.

Menor custo com marketing

Quem tem clientes fidelizados em um estabelecimento também consegue uma redução considerável no custo com marketing e com publicidade. Isso se deve, especialmente, ao fato de existirem consumidores sempre prontos para utilizar os seus serviços.

Basicamente, se você tem muitos clientes fidelizados em seu estabelecimento, não é necessário gastar mais dinheiro com publicidade e propaganda para atrair esses consumidores. Afinal, eles já são seus clientes e, quando existir a necessidade, eles procurarão o seu empreendimento.

Menor resistência na marcação de consultas

Outro ponto importante é a redução da resistência no momento de marcar consultas. Um dos motivos para que um paciente resista ao agendamento de um horário é a desconfiança quanto à qualidade dos serviços prestados pelo seu consultório.

Por outro lado, quem tem clientes fidelizados e preocupa-se com o atendimento ao paciente não tem esse problema. Afinal, a pessoa já conhece o seu trabalho e essa desconfiança, simplesmente, não existe.

Facilidade no retorno

Outro ponto importante é a facilidade no retorno do paciente. Quando uma pessoa é bem atendida e recebe um serviço de qualidade, é quase inevitável que ela volte a se consultar em seu estabelecimento.

Afinal, vale a pena lembrar que adotar as medidas que mencionaremos neste artigo proporcionará a fidelização do paciente. Logo, sempre que ele precisar dos serviços oferecidos por você, ele se lembrará do ótimo suporte que recebeu da última vez em que se consultou.

As 7 técnicas de relacionamento com o paciente

Entendida a importância de implementar técnicas de relacionamento com o paciente para divulgar o seu negócio, mostraremos quais são elas. Continue lendo!

1. Tenha um contato mais próximo com o paciente

Ter um contato mais próximo com o seu paciente é essencial para o bom relacionamento e para a divulgação do seu estabelecimento. Esse aspecto faz com que o seu cliente seja direcionado e encorajado a entender os seus problemas relacionados à saúde de maneira mais precisa e definida.

Ao longo do tempo, nós fomos perdendo a proximidade e o contato com as pessoas. Atualmente, existem robôs que substituem o trabalho de um indivíduo e isso vem reduzindo o contato e a interação humana, o que é bom por um lado. Afinal, a utilização da tecnologia agiliza os processos de atendimento.

Por outro lado, entretanto, é preciso ter em mente que o contato mais próximo com o paciente é essencial para desenvolver um bom relacionamento com ele. Além disso, fazê-lo facilita o seu entendimento quanto às necessidades dessa pessoa, dando mais precisão aos diagnósticos.

2. Desenvolva a empatia

Empatia significa se colocar no lugar da outra pessoa. Em outras palavras, é entender o que ela sente e como está vivenciando um momento delicado na vida. Esse tipo de abordagem é essencial para os profissionais que exploram algum ramo relacionado à saúde física e/ou mental e, até mesmo, à estética.

O profissional que não se coloca no lugar do outro corre um sério risco de ser um pouco insensível. Acredite, isso não é difícil de acontecer. O dia a dia de alguém que atua na área da saúde faz com que ela crie certos comportamentos habituais relacionados à naturalização de algumas situações ou doenças que acometem as pessoas.

Não permita que isso aconteça com você. Lembre-se de que as pessoas que entram em seu consultório têm histórias de vida totalmente distintas umas das outras. Antes de ter um primeiro contato, é impossível saber o que, de fato, afeta aquele paciente e o real impacto que o problema está causando em sua vida.

Mesmo que seja alguma coisa simples, sempre tenha em mente que a pessoa que procura o seu estabelecimento já pode estar abalada. Logo, ser empático fará toda a diferença no tratamento e na recuperação desse paciente.

3. Evite atrasos

Não há nada mais desgastante para o relacionamento com o paciente quanto o atraso no horário de suas consultas. Alguns profissionais, simplesmente, não têm a menor preocupação com esse aspecto. Eles não percebem que, aos poucos, estão jogando fora a oportunidade de fidelizar o seu cliente.

Esse tipo de prática gera descontentamento no seu paciente. Logo, dificilmente, ele voltará ao seu consultório ou à clínica. Além disso, não existirá a divulgação positiva da sua empresa. Inclusive, quem fica por muitos minutos ou horas esperando pode provocar o efeito oposto — ou seja, criticar o seu tralho e fazer uma publicidade negativa com relação a ele.

Portanto, evite ao máximo se atrasar nas consultas. Se você demora, em média, 40 minutos para finalizar um atendimento, insira mais 15 ou 20 minutos entre um paciente e outro, mesmo que isso gere uma quantidade menor de consultas no dia. Afinal, é melhor atender a uma pessoa com o máximo de qualidade do que um número grande, mas de forma inadequada.

Além disso, é importante entender que as pessoas têm os seus próprios compromissos e horários. Logo, para a maioria dos consumidores, permanecer um longo tempo aguardando um atendimento pode ser extremamente prejudicial.

4. Crie um canal para reclamações

Outro ponto importante é criar um canal para o registro de reclamações. Por meio dele, é possível saber o que o seu paciente pensa sobre o seu consultório. Esse simples canal de interação pode proporcionar dicas valiosas sobre melhorias que você pode fazer no espaço.

Você jamais deve negligenciar uma reclamação. No entanto, é preciso entender aquelas que são reais e que precisam ser observadas e separar as que não o levarão a lugar nenhum.

5. Utilize a tecnologia como a sua aliada

Outro ponto importante é utilizar a tecnologia como a sua aliada. Muitas das ferramentas informatizadas que temos hoje foram criadas para estreitar e facilitar a comunicação entre os usuários. Porém, atualmente, existem recursos que podem ser utilizados para as mais diversas finalidades.

Eles podem ser, por exemplo, empregados na gestão financeira do seu consultório. Entretanto, servem, principalmente, aos profissionais para organizar agendamentos, acompanhar consultas realizadas, entre outros aspectos.

Também é possível utilizar as redes sociais para agregar ainda mais valor aos seus serviços. Isso pode ser feito criando perfis que têm por objetivo dar dicas e orientações gerais sobre o tipo de tratamento ou de procedimento que você realiza, indicando a necessidade de procurar um profissional da área para resolver esses problemas.

6. Diversifique os canais de comunicação

Também é muito importante diversificar os canais de comunicação com os seus pacientes. Ter várias formas de chegar até eles pode fazer toda a diferença no seu atendimento. Graças à tecnologia, é possível fazê-lo.

Uma dica é utilizar o WhatsApp Business, por exemplo. No entanto, você precisa ter cuidado com o tom empregado nas conversas. Seja o mais profissional possível e oriente os seus colaboradores com relação à forma como o atendimento nessas plataformas deve ser feito.

Entretanto, ser profissional não significa que você deve ser arrogante ou grosso. O suporte por meio de texto pode ser, naturalmente, um pouco mais frio. Portanto, é interessante sempre pensar na empatia e buscar ser simpático na hora de se comunicar com os seus pacientes.

7. Invista em um ambiente agradável

Por fim, é fundamental investir em um ambiente agradável para os seus consumidores. Por mais que você cuide dos horários de agendamento para evitar atrasos, ainda é importante ter um local adequado para que o paciente aguarde o seu horário de atendimento.

Por exemplo, é possível que ele chegue ao consultório muito antes da hora marcada. Nesses casos, ele precisará esperar e o ideal é que esse tempo seja o mais agradável possível em um ambiente aconchegante. Vale a pena, então, inserir alguns mimos, como cafezinho, biscoitos, revistas e um aparelho de TV.

Por fim, é fundamental que você entenda que o seu paciente precisa deixar de ser apenas um simples consumidor e tornar-se um fã do seu estabelecimento. Isso acontecerá a partir do momento em que você aplicar cada uma dessas técnicas de forma eficiente e contínua.

Assim, concluímos que a adoção desse tipo de estratégia de relacionamento com o paciente acabará por resultar na marcação de um número maior de consultas e, consequentemente, no aumento do faturamento e da lucratividade do seu negócio.

Gostou dessas dicas? Se quiser ficar por dentro de todas as postagens que fizermos a partir de agora, assine a nossa newsletter. Assim, você não perderá nenhuma novidade do nosso blog!

 


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado