this is an h1

this is an h2

Wed Mar 16 20:00:36 BRT 2022
Mercado e Vendas | ESTRATÉGIA DE VENDA
COMO PRECIFICAR MEU PRODUTO DE VAREJO DE MODA?

Precificação de roupas e acessórios vai muito além de estabelecer um preço para os itens comercializados. Veja dicas para não errar nessa importante tarefa!

· 16/03/2022 · Atualizado em 16/03/2022

 

Não há dúvidas de que o varejo de vestuário é um dos segmentos que mais crescem no país, atraindo novos consumidores a cada temporada. Porém, para superar a concorrência e se posicionar na liderança do setor, é preciso saber como precificar um produto de moda. Pensando nisso, este conteúdo traz um passo a passo para o empreendedor criar um valor competitivo para os produtos.

A seguir, o texto explica o conceito de precificação e destaca por que precificar um item é tão importante no negócio, sobretudo para o varejo de moda. Depois, o material mostra como criar valor para as roupas e os acessórios do seu catálogo, seja fazendo levantamento dos custos, seja determinando margem de lucro, seja calculando preço das vendas, seja realizando pesquisa de mercado, entre outras práticas.

Por fim, o material informa quais são as principais estratégias de precificação de produtos no segmento da moda, para você conquistar o público ávido por novidades, sem colocar em risco a lucratividade da sua empresa. Leia agora mesmo e aprenda mais sobre o assunto!

Qual é o conceito de precificação de produtos?

Respondendo a questão, precificação é o processo de definir um valor monetário que deve ser cobrado pela empresa na hora de vender um produto ou serviço ao consumidor. Em outras palavras, precificar um item ou uma atividade implica estabelecer quanto o cliente deve pagar ao adquirir o que você está oferecendo na loja.

Variável fundamental para o funcionamento da empresa, a precificação não é um dado fixo, dependendo de alguns elementos do micro e do macroambiente, motivo pelo qual é preciso redobrar a atenção ao estabelecer um valor monetário para os itens comercializados no seu negócio.

Por que é importante precificar produtos corretamente?

Não é à toa que a precificação deve ser realizada pelo empresário com muito cuidado e atenção. O motivo é que essa tarefa, que depende de princípios da economia, da administração e do marketing, é uma escolha estratégica da empresa para garantir o lucro da atividade econômica e oferecer o melhor custo-benefício para a persona.

Assim, se o gestor quer ter lucro para investir no negócio e crescer de forma planejada no mercado, é importante estudar bem o segmento em que atua e analisar cada etapa de produção para conseguir fixar um valor monetário competitivo aos itens e às atividades comercializadas.

Por que o varejo de moda exige atenção na hora de precificar produtos?

O mercado da moda precisa lançar coleções a cada temporada para atender à demanda do público. E, para conseguir se firmar nesse segmento competitivo, o gestor precisa considerar diversas variáveis ao precificar uma roupa, observando não apenas o custo com matéria-prima, mas também o tempo e o trabalho artístico envolvidos na criação da peça, por exemplo.

Que dicas ajudam a precificar produtos de varejo de moda?

Até aqui, você sabe por que é importante redobrar a atenção ao fixar um valor monetário para um produto ou serviço no seu negócio. No entanto, a dúvida que fica é sobre como colocar essa tarefa em prática. Confira dicas que ajudam o empresário a acertar na precificação dos itens comercializados na loja de roupas e acessórios da moda!

Fazer levantamento dos custos

A lista não poderia começar de outra forma, pois fazer um levantamento dos custos é o primeiro passo para acertar na precificação dos seus produtos. Como o segmento do seu negócio é o de varejo de moda, é preciso considerar valores mais subjetivos, como a criação artística das peças, na hora de estabelecer um preço para as roupas e os acessórios vendidos.

Ao fazer esse levantamento, é importante calcular, ainda, os custos variáveis (a depender do volume de venda, como gastos com contratação temporária de pessoal) e os custos fixos (pagos todos os meses, como pagamento de aluguel) do negócio.

Determinar a margem de lucro

Índice de lucratividade de um negócio, a margem de lucro é calculada a partir da divisão do lucro bruto pela receita (capital proveniente da atividade econômica), sendo o resultado multiplicado por 100. Exemplo: se a empresa vender uma roupa por R$ 50 e a produção da peça custar R$ 25, você ganhará R$ 25 (lucro) com a negociação. Nesse caso, a margem bruta de lucro será de 50%.

Calcular o preço de venda do produto

Outro índice que deve ser considerado na precificação de roupas e acessórios no varejo é o preço de venda do produto. Mas você sabe como calcular essa variável? A conta é simples: basta somar os custos de produção com o lucro da atividade econômica.

Para facilitar o entendimento, usaremos o case anterior. Supondo que o custo de produção de uma peça seja R$ 25 e o objetivo de lucro do empresário com a venda de cada roupa seja R$ 25, o produto deve custar R$ 50 no catálogo.

Entender regime tributário da empresa

Para realizar a correta precificação dos produtos, é preciso embutir a quantidade de impostos a serem retidos no valor monetário cobrado pelos itens. O motivo é que, no Brasil, cada CNPJ deve enquadrar-se em um regime de tributação, isto é, um sistema de cobrança de impostos conforme o montante da arrecadação da empresa.

Os regimes tributários mais comuns entre as empresas brasileiras são o Lucro Real, o Lucro Presumido e o Simples Nacional. É importante consultar a sua assessoria contábil para ver em qual desses sistemas o seu varejo se enquadra.

Conhecer o perfil do público

O perfil do público é outro aspecto que contribui para precificar bem os produtos. Dessa forma, se você tem uma loja com roupas de grife, por exemplo, vale cobrar um pouco mais pelas peças, devido ao status e à exclusividade associados à aquisição dos produtos.

No entanto, se o seu cliente está atrás de custo-benefício e não se importa com a massificação das peças (muitas roupas do mesmo modelo), o ideal é rever a estratégia de precificação para encontrar um valor competitivo, que atraia essa persona, mantendo a lucratividade do negócio.

Realizar pesquisa de mercado

Para precificar um produto de moda, é necessário, também, realizar uma pesquisa de mercado para saber como os concorrentes estão negociando as peças da estação.

Igualmente, investir em pesquisa de mercado ajuda o gestor a encontrar gargalos na produção e na comercialização dos produtos, otimizando os pontos de contato entre a marca e o cliente, desde a pré-venda até o momento posterior à aquisição das peças.

Contar com a tecnologia

Hoje em dia, existe tecnologia de ponta que facilita o ato de precificar produtos no varejo de moda. Alguns softwares, como o Pipefy e o Ploomes, colocam à disposição do gestor um sistema de precificação de itens que calcula os índices de lucratividade e considera os objetivos financeiros da companhia — obter margem de lucro de 50% com a venda das peças, por exemplo.

Assim, o empresário consegue chegar a um preço viável para manter a operação da loja e garantir a aquisição de novos clientes, atraídos pelas ofertas anunciadas no varejo de moda.

Quais são as principais estratégias de precificação de produtos?

São muitas as variáveis que influenciam a precificação dos produtos no varejo de moda. Porém, antes de fixar um valor específico para as peças, o ideal é especificar um planejamento de ação, documento em que a gestão reúne os objetivos, as táticas e as metas idealizadas na comercialização dos produtos em determinado prazo.

Para ajudá-lo na tarefa árdua da precificação das roupas e dos acessórios do seu varejo, uma estratégia muito comum é diluir os custos fixos no mix de produtos. Assim, a empresa atribui diferentes porcentagens de contribuição para cada um dos itens ofertados ao cliente, estipulando quantas peças precisam ser vendidas para pagar as despesas e gerar um lucro bruto.

Outra estratégia utilizada pela gestão para precificar produtos no varejo é estimar um preço que impacte positivamente a margem de contribuição. Nesse sentido, retira-se o valor dos custos fixos e variáveis do produto, restando o lucro líquido atribuído à venda das peças.

Em todo caso, a empresa deve manter uma comunicação objetiva com os clientes, seja conversando com o consumidor nas redes sociais, seja melhorando o atendimento nas lojas e realizando pesquisas de satisfação.

Mostrando que a loja está aberta à opinião do público, o gestor tende a estreitar os laços com a persona, além de considerar a experiência do cliente na hora de preparar uma coleção de moda e, principalmente, precificar os produtos.

Neste artigo, você entendeu como precificar um produto de moda não é um "bicho de sete cabeças". Mas, para não errar na hora de estabelecer um preço para os itens comercializados, é necessário pesquisar as práticas da concorrência e fazer um levantamento de custos de produção para chegar à margem de lucro viável para o negócio.

O conteúdo foi realmente interessante para você? Se sim, siga aprimorando seus conhecimentos sobre o varejo. Agora, saiba por que investir e como fazer um atendimento personalizado na sua loja!


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora