| Sebrae

Dúvidas Frequentes

< Ver todas as Dúvidas Frequentes
Foram encontrados 118 resultados para o termo "como planejar um plano de negocio"

Mercado e Vendas

Como o Sebrae apoia o segmento de orgânicos?

A atuação do Sebrae no segmento de orgânicos prioriza o atendimento coletivo de empreendedores rurais, com enfoque na profissionalização da gestão das empresas cujas atividades se concentram no campo e no desenvolvimento e aperfeiçoamento tecnológico visando adequar o empreendimento rural às demandas legais e/ou do mercado, ou ainda alterar, de forma significativa, os seus produtos/serviços ou processo produtivo.

 

Esta atuação ocorre através da realização de ações de consultorias, missões, certificação, cursos, oficinas e palestras, estruturadas por um projeto de atendimento individual ou coletivo, a um custo subsidiado.

Finanças

O Sebrae oferece linha de crédito rural?

O Sebrae é agente de capacitação e de promoção do desenvolvimento, mas não é uma instituição financeira, por isso não empresta dinheiro.

O Sebrae trabalha na articulação (com bancos, cooperativas de crédito e instituições de microcrédito) para a criação de produtos financeiros adequados às necessidades do segmento e orienta os empreendedores para que o acesso ao crédito seja, de fato, um instrumento de melhoria do negócio.

Além disso, auxilia o empreendedor rural no desenvolvimento de um plano de negócios para demonstrar a viabilidade do novo empreendimento rural e apresentá-lo para a instituição financeira que tem interesse em obter a linha de crédito.

Inovação

Como implantar a inovação no meu negócio

Inovação para sua empresa pode estar mais perto e fácil do que você imagina. Por meio de serviços customizados e especializados, o programa Sebratec do Sebrae promove o acesso de pequenos negócios a soluções em sete áreas de conhecimento da inovação:

  • Design
  • Produtividade
  • Propriedade intelectual
  • Qualidade
  • Inovação
  • Sustentabilidade
  • Serviços digitais.

O programa aproxima os dois atores essenciais para a implementação da inovação: os pequenos negócios e os prestadores de serviços tecnológicos.

Saiba mais sobre o programa.

Empreendedorismo

O que é o Empretec e como ele pode me ajudar?

O Empretec é um curso que proporciona o amadurecimento de características empreendedoras, aumentando a competitividade e as chances de permanência do empresário no mercado.

O curso pode proporcionar aos participantes melhorias no desempenho empresarial, mais confiança na tomada de decisões, ampliação da visão de oportunidades, aumentando assim as chances de sucesso do empreendimento.

Saiba mais na página do Empretec.

Empreendedorismo

O que é a oficina SEI Planejar?

É um curso que ajuda o Microempreendedor Individual a identificar as ferramentas de planejamento empresarial. Com base nessa identificação, ele poderá elaborar um planejamento de forma ordenada e articulada para alcançar metas e objetivos e, assim, melhorar os resultados do empreendimento.

O objetivo é qualificar o microempreendedor a organizar o negócio e se adaptar às demandas do mercado, além de orientá-lo para a criação e a oferta de produtos e serviços de qualidade.

A carga horária é de 5 horas, que devem ser concluídas no prazo de 15 dias.

Saiba mais sobre o curso presencial e participe também do curso online

Planejamento

Como planejar e organizar minha empresa?

O planejamento e a organização de uma empresa é um processo que se inicia com a elaboração de um plano de negócio. Nele, você deve organizar as informações coletadas sobre o empreendimento que quer montar.

O plano vai proporcionar uma visão consistente sobre o desenvolvimento da empresa e o alcance de metas e objetivos. Ele contém, assim, o conceito do empreendimento, os riscos, os concorrentes, o perfil dos clientes, as estratégias de marketing e o plano financeiro.

É com base no plano de negócios que você vai poder tomar as decisões mais acertadas para o seu empreendimento. Planejar significa ter mais chances de sucesso no mercado.

Quer saber como elaborar um plano de negócio? Clique aqui e descubra.

Planejamento

Como elaborar um planejamento estratégico?

São diversas as técnicas e os tópicos que devem ser verificados na hora de realizar um planejamento estratégico para seu negócio. Por meio do portal do Sebrae você terá acesso a documentos sobre planejamento que irão auxiliar neste importante passo. Acesse.

Elaborar um plano de negócio também é fundamental para traçar um retrato fiel do mercado, do produto e das atitudes do empreendedor. Para saber mais, acesse: Como elaborar um plano de negócio.

Sobre o Sebrae

Sou proprietário rural e tenho dúvidas sobre o que seria melhor produzir. Como o Sebrae pode me ajudar?

O Sebrae pode ajudar por meio da realização de consultorias para diagnosticar as condições produtivas de sua área e apontando oportunidades de mercado. Para isso é necessário procurar uma unidade do Sebrae e agendar uma conversa com um analista da unidade de agronegócios. 

Planejamento

O que é e como elaborar uma estratégia de comercialização?

A estratégia de comercialização é a busca de informações sobre gestão de negócios que permite uma visão ampla dos principais elos que constituem a cadeia varejista, das compras até a entrega do produto para o consumidor final. 

A elaboração da estratégia de comercialização é dividida em 4 passos. Em primeiro lugar, é preciso se posicionar em um mercado cheio de concorrentes, avaliando os fatores econômicos, mercadológicos e comportamentais que afetam a empresa.

Em seguida, é preciso observar os processos internos do empreendimento. Neste passo, é preciso fazer um diagnóstico do negócio, a fim de perceber quais são os pontos fracos e procurar melhorá-los. 

O passo seguinte consiste na agregação de valor à oferta de produto. Para isso, é preciso avaliar a qualidade tanto da prestação de serviço quanto do produto oferecido, procurando pensar em maneiras de surpreender e encantar os clientes.

Na última etapa, o empreendedor deve voltar sua atenção para o ciclo de comercialização, que se inicia na compra do bem ofertado e termina na sua entrega para o cliente final.

Entenda detalhadamente cada um desses passos e como aplicá-los no seu negócio aqui.

Finanças

Como devem proceder as MPE credoras (microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte) para garantir seus créditos no processo de recuperação judicial?

A partir da divulgação da lista de credores no Diário Oficial de Justiça, por parte da empresa devedora, as MPE credoras devem verificar se estão incluídas na lista e se os seus dados (nome, CNPJ, valor do crédito) estão corretamente divulgados, além de certificarem-se de sua classificação como privilégio especial, conforme atribuído pela legislação às MPE.

Caso haja divergência no valor apresentado ou na classe ou classificação do crédito, o credor deve se manifestar informando a divergência ou a habilitação eventual de crédito omitido. Para tanto, é necessário:

  • Contratar um advogado.
  • Fornecer a documentação que demonstra a relação contratual que originou o crédito.
  • Apresentar a comprovação de que se trata de microempreendedor individual, microempresa ou empresa de pequeno porte.
  • Indicar qual divergência foi encontrada na lista de credores.

No caso do credor que não identificou seu nome e crédito na lista, é preciso apresentar manifestação de habilitação de crédito, informando o valor atualizado, nome, CNPJ, classe (MEI, ME ou EPP) e a classificação do crédito (privilégio especial, caso não haja melhor classificação decorrente do contrato).

Atenção: o prazo para apresentação da divergência ou habilitação de crédito na Justiça é de 15 dias, contados da publicação da lista de credores no Diário Oficial de Justiça.

Decorridos os 15 dias, a lista de credores e créditos será consolidada e republicada, podendo ser impugnada por qualquer credor. Caso haja alguma inconsistência nesta consolidação, o prazo para impugná-la é de 10 dias.
Em seguida, a empresa devedora apresentará um Plano de Recuperação Judicial (plano de pagamento), do qual, discordando, qualquer credor poderá oferecer manifestação de objeção. O prazo para objeção é de 30 dias contados da publicação do aviso de recebimento do plano pelo juiz da causa.

Havendo qualquer objeção, o plano será julgado pela Assembleia-Geral de Credores. 

Ainda no curso do processo, coletivamente, as MPE têm papel fundamental na Assembleia-Geral de Credores, as quais competem, o julgamento do plano de recuperação e a indicação de membros do Comitê de Credores.

O Comitê de Credores é responsável basicamente por fiscalizar as ações do devedor e/ou administrador judicial durante o processo. Os credores que estão classificados na classe de MPE podem, na Assembleia-Geral de Credores, indicar um representante para este Comitê.

Já no julgamento do plano de recuperação judicial na Assembleia-Geral, a classe das MPE tem que aprovar o plano por maioria simples. Caso contrário, o juiz poderá decretar a falência da empresa devedora.



Fale com um especialista Faça o Diagnóstico de Gestão da sua empresa Fale com um especialista Faça o diagnóstico da sua empresa e seja atendido online. Faça o diagnóstico da sua empresa e seja atendido online. E aumente o índice de competitividade do seu negócio.

Cadastre-se É rapidinho. Cadastre sua empresa Acesse