| Sebrae

Dúvidas Frequentes

Leis

Posso produzir e vender hortaliças orgânicas e hortaliças convencionais (não orgânicas) na mesma propriedade?

Segundo a lei que regulamenta a agricultura orgânica no Brasil, lei nº 6.323/2007, é permitida a chamada Produção Paralela (Produção orgânica e não-orgânica na mesma unidade de produção), desde que:

  • A área de produção orgânica fique claramente separada dos produtos não orgânicos.
  • O embalamento e processamento de produtos orgânicos seja realizado de forma totalmente isolada dos produtos não orgânicos.
  • Os insumos (adubos, defensivos) utilizados para produção de alimentos não orgânicos fiquem armazenados de forma separada dos insumos utilizados para produção de alimentos orgânicos.
  • Os alimentos não orgânicos não sejam geneticamente modificados (OGMs - Transgênicos).
  • A certificadora responsável pela inspeção e certificação da unidade de produção aprove o projeto de produção paralela.

Mercado e Vendas

Não sou produtor rural. Posso comprar frutas e hortaliças in natura de produtores orgânicos certificados e embalar com a minha logomarca para revender?

Sim, mas para isso você deve se formalizar como empresário (microempreendedor individual, microempresa ou empresa de pequeno porte) e também obter a certificação de produção orgânica.

Mercado e Vendas

Eu produzo hortaliças e frutas sem usar agrotóxico e adubo químico. Posso vender meu produto como orgânico?

Não. A produção orgânica vai além da não utilização de agrotóxicos e adubos químicos. Segundo a legislação brasileira, o cultivo deve respeitar aspectos ambientais, sociais, culturais e econômicos, garantindo um sistema sustentável. Além disso, faz-se necessário que o produtor seja certificado para vender seu produto como orgânico.

Organização

Quais são as certificações orgânicas possíveis?

Para fazer parte do Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos, no Brasil, o produtor rural precisa estar certificado por um dos três mecanismos descritos a seguir:

 

a) Certificação por Auditoria: A concessão do selo SisOrg (Sistema Brasileiro de Conformidade Orgânica) é feita por uma certificadora pública ou privada credenciada no Ministério da Agricultura. O organismo de avaliação da conformidade obedece a procedimentos e critérios reconhecidos internacionalmente, além dos requisitos técnicos estabelecidos pela legislação brasileira.

 

b) Sistema Participativo de Garantia (SPG): Caracteriza-se pela responsabilidade coletiva dos membros do sistema, que podem ser produtores, consumidores, técnicos e demais interessados. Para estar legal, um SPG tem que possuir um Organismo Participativo de Avaliação da Conformidade (Opac) legalmente constituído, que responderá pela emissão do SisOrg.

 

c) Controle Social na Venda Direta: A legislação brasileira abriu uma exceção na obrigatoriedade de certificação dos produtos orgânicos para a agricultura familiar. Exige-se, porém, o credenciamento em uma organização de controle social cadastrado em órgão fiscalizador oficial. Com isso, os agricultores familiares passam a fazer parte do Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos.

Organização

O que é a certificação de produtos orgânicos e como ela pode me ajudar?

A certificação de produtos orgânicos é o procedimento pelo qual uma certificadora, devidamente credenciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e “acreditada” (credenciada) pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), assegura por escrito que determinado produto, processo ou serviço obedece às normas e práticas da produção orgânica.

A certificação dos produtos orgânicos tem como objetivo garantir ao empreendedor um diferencial de mercado e ao consumidor a qualidade dos alimentos praticados na agricultura em equilíbrio com o solo, o meio ambiente e a cadeia produtiva. Desta forma, o selo brasileiro atesta e confere ao produto confiabilidade, procedência e maior competitividade, permitindo a sua comercialização em lojas, sites, supermercados e feiras.

Mercado e Vendas

Como o Sebrae apoia o segmento de orgânicos?

A atuação do Sebrae no segmento de orgânicos prioriza o atendimento coletivo de empreendedores rurais, com enfoque na profissionalização da gestão das empresas cujas atividades se concentram no campo e no desenvolvimento e aperfeiçoamento tecnológico visando adequar o empreendimento rural às demandas legais e/ou do mercado, ou ainda alterar, de forma significativa, os seus produtos/serviços ou processo produtivo.

 

Esta atuação ocorre através da realização de ações de consultorias, missões, certificação, cursos, oficinas e palestras, estruturadas por um projeto de atendimento individual ou coletivo, a um custo subsidiado.

Finanças

O Sebrae oferece linha de crédito rural?

O Sebrae é agente de capacitação e de promoção do desenvolvimento, mas não é uma instituição financeira, por isso não empresta dinheiro.

O Sebrae trabalha na articulação (com bancos, cooperativas de crédito e instituições de microcrédito) para a criação de produtos financeiros adequados às necessidades do segmento e orienta os empreendedores para que o acesso ao crédito seja, de fato, um instrumento de melhoria do negócio.

Além disso, auxilia o empreendedor rural no desenvolvimento de um plano de negócios para demonstrar a viabilidade do novo empreendimento rural e apresentá-lo para a instituição financeira que tem interesse em obter a linha de crédito.

Sobre o Sebrae

O Sebrae atende produtores rurais?

Sim, desde que o produtor tenha uma das inscrições abaixo:

  • CNPJ com CNAE relacionado à atividade agropecuária.
  • Inscrição Estadual de Produtor Rural, Pessoa Física (ou Jurídica).
  • Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP).
  • Registro Geral da Atividade Pesqueira (RGP).
  • Número do Imóvel na Receita Federal (Nirf).

Mercado e Vendas

Como posso aprimorar o atendimento ao meu cliente?

O Sebrae preparou uma capacitação virtual sobre Atendimento ao Cliente, que oferece elementos para atingir a excelência e adquirir um grande diferencial competitivo.

Entre os assuntos abordados no curso, estão:

  • Tratamento e atendimento
  • Momentos encantados x momentos trágicos
  • A fórmula de satisfação dos clientes
  • Valor agregado
  • Queixas e reclamações - como solucionar?
  • Análise do perfil psicológico do cliente
  • Pesquisa de satisfação do cliente
  • Tratamento de reclamações
  • Fidelização do cliente

Acesse o site do curso.

Pessoas

Como montar uma equipe de vendas?

Uma boa equipe de vendas é o resultado de um processo seletivo bem conduzido pelo gestor. No momento de escolher a equipe, ele deve levar em conta o caráter e a motivação dos possíveis funcionários.

Normalmente, uma boa equipe de vendas é composta por vendedores bem-humorados, com boa capacidade de relacionamento interpessoal, que reajam positivamente a desafios, que tenham muita motivação e que saibam lidar com a pressão do trabalho.

Mas é preciso buscar o funcionário com o perfil certo. Alguns critérios que podem ser avaliados são a faixa etária, a qualificação, a experiência profissional e a extroversão do candidato.

Saiba mais sobre como montar uma equipe de vendas

Conheça as características de um bom vendedor



Fale com um especialista Faça o Diagnóstico de Gestão da sua empresa Fale com um especialista Faça o diagnóstico da sua empresa e seja atendido online. Faça o diagnóstico da sua empresa e seja atendido online. E aumente o índice de competitividade do seu negócio.

Cadastre-se É rapidinho. Cadastre sua empresa Acesse