| Sebrae

Dúvidas Frequentes

Mercado e Vendas

O que é e como elaborar um plano de vendas?

O plano de vendas é a ferramenta que orienta o empresário a definir estratégias, a planejar e a gerir as vendas de um negócio. Nele, estão presentes as técnicas para a prestação de um atendimento personalizado a um cliente e para o alcance das metas estabelecidas pelo plano de marketing. 

O plano de vendas se divide em quatro etapas. 

A primeira é o planejamento da equipe de vendas, que consiste na definição dos objetivos, da estratégia e da estrutura da equipe. 

A segunda fase é o gerenciamento da equipe de vendas, por meio do estabelecimento funções e de cotas para cada vendedor. 

Em seguida, é preciso harmonizar os seguintes elementos do processo de venda: atendimento, pré-venda, abordagem, sondagem, demonstração do produto, venda adicional e fechamento da venda. 

Para finalizar, é necessário saber como se relacionar com o cliente, por meio do desenvolvimento de mecanismos para fidelizá-lo.

Para aprender a desenvolver cada um desses passos, acesse.  

No entanto, apenas planejar as vendas não é suficiente. É necessário também realizar um controle das compras, proporcionando uma compreensão completa das previsões de vendas e dos compromissos assumidos.

Para saber mais sobre ferramentas que ajudam a avaliar e planejar as vendas de maneira integrada ao fluxo comercial de um negócio, acesse

Mercado e Vendas

O que determina a satisfação dos meus clientes?

Satisfazer um cliente é atender suas expectativas em uma experiência de compra. Um cliente com as expectativas atendidas tem mais chances de optar novamente pelo produto ou serviço utilizado. 

Não atender essas expectativas e necessidades, portanto, gera a insatisfação do cliente com o produto ou serviço.

Para serviços que surpreendem positivamente, a satisfação pode significar encantamento. Já para serviços que têm como objetivo eliminar algo negativo, o cliente pode sentir alívio.

Para mais informações, clique aqui.

Finanças

O autofinanciamento é uma boa solução para meu negócio?

O autofinanciamento é possível desde que a sua empresa esteja com suas finanças organizadas e você possa utilizar o lucro para aumentar o seu capital de giro e comprar novos equipamento, por exemplo.

A alternativa é aproveitar o bom relacionamento com seus fornecedores e negociar melhores condições de pagamento, como prazos mais dilatados. Com os clientes, negociar prazos mais curtos.

Finanças

Como ter certeza se devo buscar um financiamento?

Antes de recorrer a um financiamento ou empréstimo, calcule o quanto sua empresa gasta com investimentos fixos e com capital de giro. Analise o saldo restante para identificar se há necessidade de pegar financiamento e se você poderá pagá-lo.

O Sebrae poderá apoiar nesta decisão, por meio da elaboração de um plano de negócio.

Mercado e Vendas

Como ser um franqueador?

A primeira exigência é ter um negócio próprio, com marca registrada, e querer expandir o alcance de mercado por meio de franquias. É importante também avaliar se o seu modelo de negócio é bem-sucedido, com diferencial competitivo reconhecido, e que possa ser padronizado e reproduzido por meio de treinamento.

Para levar adiante a ideia, o planejamento é fundamental. Ele passa por ações como elaborar programas de treinamento de pessoal e de manuais operacionais e analisar a viabilidade econômico-financeira do negócio.

Além disso, é bom definir os critérios para o plano de expansão do negócio, identificando não só os locais onde quer estar e em quanto tempo, mas também o seu custo de implementação.

Mais em: Informações úteis para o empreendedor que quer ser um franqueador.

Mercado e Vendas

Como proteger a exclusividade de um produto ou serviço?

O empreendedor deve registrar o produto ou serviço para garantir que ninguém tire proveito da sua criatividade e copie seu sucesso de mercado. A obtenção do registro é a segurança de que a empresa terá exclusividade na fabricação e na exploração comercial do produto ou serviço.

Os tipos de registro são:

  • Propriedade intelectual, um conjunto de registros concedidos pelo governo que trata do direito sobre obras nos domínios artísticos e científicos, garantindo a proteção contra concorrência desleal e difusão não autorizada;
  • Desenho industrial, registro do design do produto;
  • Indicação geográfica, registro de produtos ou serviços reconhecidamente elaborados em cidades ou regiões específicas;
  • Marcas, registro visual de um determinado produto ou serviço;
  • Patente, título de propriedade temporário sobre uma invenção conferido aos autores do produto.

Saiba mais em: Aprenda a proteger a sua marca e os seus produtos.

Acesse o programa do Sebrae voltado para inovação e propriedade intelectual: Sebraetec: inovar no seu negócio pode ser fácil.

Planejamento

Como escolher o nome para minha empresa?

Em tempos de escassez monetária, ou seja, dinheiro curto no seu bolso, o nome do seu negócio é um ativo, um bem, uma riqueza sua e, como tal, exige manutenção e investimento.

Não se trata do investimento do registro de marca, que também é muito importante, mas do maior e mais original investimento que se possa fazer: sua personalidade.

Entenda por que e para quê é importante ter um nome eficaz para o seu negócio e veja dicas de como escolher bem.

Finanças

Como definir o valor do financiamento que devo buscar?

No plano de negócio a ser elaborado, você deve identificar onde será investido o recurso e qual será sua origem. Para saber quanto dinheiro você realmente necessita, defina o tipo e o preço das máquinas, equipamentos, veículos, móveis ou utensílios os quais serão investidos.

É fundamental dimensionar corretamente o capital de giro. Não peça a mais, pois dinheiro parado é prejuízo. Caso você não encontre uma boa razão para usar um financiamento, fuja dele.