- Sebrae

Dúvidas Frequentes

Organização

O que fazer quando a mercadoria não chegou ao seu destino final ou o cliente quis devolver por insatisfação/defeito (logística reversa)?

Uma logística reversa bem estruturada resulta em satisfação do cliente e redução nos custos da empresa. Por isso, é importante saber diagnosticar precisamente o motivo da devolução para tratar o assunto no detalhe. 

É preciso uma estrutura eficiente de serviço de atendimento para atender e saber rapidamente como conduzir essas ocorrências. O fator logística pode ser dividido em duas partes: 

  • Aquelas que não chegam até o destinatário final. Na maioria dos casos o problema está relacionado à falta de integração entre sistemas, comprometendo a integridade das informações como endereços dos destinatários ou a falta de comunicação relacionada ao horário da entrega versus horário do recebedor no endereço destino. 
  • Aquelas que chegam até o destinatário e são devolvidas por insatisfação ou defeito no produto: está relacionado em sua maioria a uma série de questões, que vai desde a insatisfação dos clientes até a falta de padronização de moldes nos calçados ou vestuários, etc. 

Contar com uma estrutura integrada e organizada faz toda a diferença no momento de identificar os problemas e conseguir buscar as soluções mais viáveis tanto para a empresa como para o cliente.

Entenda mais acessando esta página.

Mercado e Vendas

O que determina a satisfação dos meus clientes?

Satisfazer um cliente é atender suas expectativas em uma experiência de compra. Um cliente com as expectativas atendidas tem mais chances de optar novamente pelo produto ou serviço utilizado. 

Não atender essas expectativas e necessidades, portanto, gera a insatisfação do cliente com o produto ou serviço.

Para serviços que surpreendem positivamente, a satisfação pode significar encantamento. Já para serviços que têm como objetivo eliminar algo negativo, o cliente pode sentir alívio.

Para mais informações, clique aqui.

Mercado e Vendas

Como proteger a exclusividade de um produto ou serviço?

O empreendedor deve registrar o produto ou serviço para garantir que ninguém tire proveito da sua criatividade e copie seu sucesso de mercado. A obtenção do registro é a segurança de que a empresa terá exclusividade na fabricação e na exploração comercial do produto ou serviço.

Os tipos de registro são:

  • Propriedade intelectual, um conjunto de registros concedidos pelo governo que trata do direito sobre obras nos domínios artísticos e científicos, garantindo a proteção contra concorrência desleal e difusão não autorizada;
  • Desenho industrial, registro do design do produto;
  • Indicação geográfica, registro de produtos ou serviços reconhecidamente elaborados em cidades ou regiões específicas;
  • Marcas, registro visual de um determinado produto ou serviço;
  • Patente, título de propriedade temporário sobre uma invenção conferido aos autores do produto.

Saiba mais em: Aprenda a proteger a sua marca e os seus produtos.

Acesse o programa do Sebrae voltado para inovação e propriedade intelectual: Sebraetec: inovar no seu negócio pode ser fácil.

Finanças

Como definir o valor do financiamento que devo buscar?

No plano de negócio a ser elaborado, você deve identificar onde será investido o recurso e qual será sua origem. Para saber quanto dinheiro você realmente necessita, defina o tipo e o preço das máquinas, equipamentos, veículos, móveis ou utensílios os quais serão investidos.

É fundamental dimensionar corretamente o capital de giro. Não peça a mais, pois dinheiro parado é prejuízo. Caso você não encontre uma boa razão para usar um financiamento, fuja dele.

Conheça o Sebrae O que fazemos Transparência Licitações Agência Sebrae de Notícias Ouvidoria LGPD -->